domingo, novembro 8

Fuga do Tempo

  • Penso naquele amor...
  • Que deixei para trás...
  • Aquele que tantas lembranças me traz...
  • Dos momentos vividos...
  • E...
  • Jamais esquecidos...
  • Ainda lembro do teu cheiro...
  • Do teu corpo inteiro...
  • Da mínima esperança seduzida...
  • Do muito que te quis e esperei...
  • Estou dividida...
  • Entre o que penso e o que faço...
  • Contudo...
  • Estou aqui cativa...
  • E pergunto aos meus pássaros...
  • Que nem respondem...
  • Nem perguntam...
  • Voam atentos ao curtíssimo momento...
  • De plenitude...
  • Do não-entendimento...
  • Me quero livre...
  • Do tanto que te amei...
  • E reaprendo...
  • Mais uma vez...
  • De que nem tudo passa...
  • Nessa fuga do tempo desatada...

Lulucha

6 comentários:

Claudine Ribeiro G. Netto disse...

Lindo poema, amiga você é muito criativa, este texto-poema dis tudo.

Bjs.

Tempestade disse...

ahhh essas lembranças que doem. bjosss

Rosana Madjarof disse...

Lindo poema Pat.

O amor nos fazer transcender aos nossos sentimentos mais íntimos.

Bjs.

Rosana.

S. Levy Lima disse...

lindo
parabéns.
bjs

Rosana Ibanez disse...

Lindo poema! Quanto o assunto é amor tudo fica mais lindo, não é mesmo?
Beijos e ótima semana

letiha1 disse...

Olá,Maria Lucia,eu quando era jovem eu vivia,tomando anfetáminas,para emagrecer e hoje sofro as consequencias,faço o uso de pura 75 mg para o resto de minha vida.Beijos fica com Jesus
letinha1