sábado, setembro 11

Espironolactona - Você Conhece???

Espironolactona

Você já passou da adolescência e ainda continua tendo algumas surpresas quando se olha no espelho. A acne não é restrita entre as mais jovens, ela também pode aparecer em mulheres adultas.

Após os 25 anos está relacionada com problemas hormonais ou estresse.

O uso de cosméticos e maquiagem de maneira incorreta, além da falta de limpeza, são fatores que também podem ajudar.

A Espironolactona não faz bem só para a pele não, ela também faz o seu cabelo crescer e ficar lindo e ainda por cima é um diurético poderoso.

Ela é usada na síndrome dos ovários policísticos, quando os ovários aumentam a produção hormonal e concentração sangüínea do hormônio masculino, sendo um dos principais responsáveis pela acne, diz a dermatologista. Na prática essa substância também bloqueia parte da produção de alguns hormônios que provém dos ovários e da glândula supra-renal.

"Quando as lesões de acne localizam-se no terço inferior da face e pescoço, geralmente, trata-se de acne hormonal ou "acne da mulher adulta". Nesses casos, existe a participação de hormônios masculinos (androgênios) que atuam na glândula sebácea e estimulam uma maior produção de sebo, seja devido ao excesso desses hormônios, seja devido à hipersensibilidade periférica. A espironolactona inibe a ação dos androgênios nessas glândulas, melhorando conseqüentemente o quadro de acne", explica a Carla Albuquerque, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

A dermatologista afirma que a substância tem eficácia no tratamento, entretanto, traz alguns efeitos colaterais, como mal-estar, náuseas, tontura, câimbras e dor de cabeça. Um dos motivos,é por se tratar de um ativo diurético.
Um estudo realizado pela Universidade de Leeds, na Inglaterra, revela que a acne nas mulheres aumentou nas últimas décadas. Para se ter uma ideia, em 1979, a doença atingia apenas 10% das mulheres e hoje o percetual subiu para 30%, o que preocupa cada vez mais o público feminino.

Manter a pele higienizada é fundamental para prevenir e controlar acne. Além disso é importante verificar alguns fatores na hora de comprar um produto, como:

- A seriedade da marca, pois os produtos destinados à acne exigem a realização de testes que garantem a eficácia e segurança do tratamento. Devem ser realizados sob a coordenação de dermatologistas.

- Resultados clínicos comprovados

- Indicação de profissionais (médicos, esteticistas, fisioterapeutas)

Conforme o tipo de tratamento é usado produtos com um ou mais ativos, veja os mais comuns:
Ácido Salicílico - melhora a aparência e textura da pele.

Salicilato de Dimetilsilanodiol - inibe a inflamação.

Acetilmetionato de Zinco - renova as células, cicatriza os tecidos e tem uma ação sebo-reguladora e microbicida.

Extratos Vegetais (Aloe, Lúpulo, Pepino e Limão) - refrescam e acalmam a pele, ajudam a normalizar a oleosidade excessiva e atuam como antisséptico, adstringente e agente anti-oleosidade.

Proteínas Estruturais - promovem o equilíbrio da pele, conferindo uma boa hidratação e melhora na elasticidade, retendo a umidade, além de atuar contra a formação

Fonte de pesquisa: Cyberdiet e Lulucha

Saiba Como Fazer um Curriculo Sem Mentiras

Tudo bem que conseguir um emprego não anda nada fácil. Mas não caia na tentação de mentir no currículo, acrescentando um monte de informações inexistentes na sua formação ou experiência profissional, pois isto pode riscar seu nome de vez na tão sonhada empresa.


E o pior: essa fraude pode virar crime! Pelo menos é isso o que prevê um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados e que até já recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça.

Segundo a empresa Trabalhando.com, as mentiras mais contadas nos currículos referem-se a:

- formação acadêmica;

- fluência em idioma estrangeiro;

- falsa experiência na área em que deseja atuar;

- acréscimo de atribuições no cargo anterior;

- últimos cargos supervalorizados;

- salário anterior;

- maior tempo de permanência na antiga empresa;

- curso de informática;

- participação inexistente em trabalhos voluntários;

- garantia de mobilidade e flexibilidade;

- estado civil;

- idade

O principal motivo das mentiras é a insegurança quanto ao conhecimento e trajetória profissional. Não possuir fluência em outro idioma, ter passagem muito rápida em empresas anteriores ou até achar que tem idade superior à ideal para ocupar determinado cargo. São várias as inverdades ditas por candidatos, algumas em menor escala, outras com consequências mais graves como, por exemplo, fingir que tem curso superior sem ter sequer se matriculado em uma universidade.
As consequências, podem ser graves logo de imediato.São duas grandes consequências. A primeira é a vergonha ao ser desmascarado e passar por mentiroso perante o recrutador ou demais candidatos. Já a segunda é ter a oportunidade de emprego anulada, mesmo que a pessoa tenha obtido muito destaque na entrevista. Esse é o momento em que o profissional deve mostrar o seu melhor, se o destaque obtido foi por meio da mentira, dificilmente ele será chamado, nenhum recrutador costuma contratar um mentiroso.

E mais: Outras empresas do mesmo ramo de atuação podem ter acesso a este acontecimento, pois os profissionais conhecem mais pessoas que atuam no mercado e a informação pode chegar a outras companhias e aí você tá ferrado.

Deixo aqui uma dica: Encare aquilo que falta no seu currículo como uma necessidade, e vá em busca de suprir essa deficiência. Afinal, agir dessa maneira é um meio de investir em você e na sua carreira.

Veja a seguir as orientações do consultor para montar o currículo ideal e por onde começar para que consiga obter destaque perante os demais - falando apenas a verdade!

1. Busque a qualificação necessária - Imagine que as vagas para as quais você concorre requeiram inglês fluente, mas você só sabe o básico. Faça o curso e dedique-se, porque ele não é um gasto a mais no seu planejamento, é o seu maior investimento!

2. Ressalte os pontos mais relevantes - Adapte o currículo a cada vaga. Caso o emprego seja para vendas, por exemplo, e sua maior qualidade é relacionamento interpessoal ou habilidade de persuasão, essa é a primeira coisa que deve destacar no resumo profissional, abaixo dos dados pessoais. Mesmo que não tenha experiência, deixe claro que tem força de vontade e capacidade para tal.

•Diferenças entre os currículos impresso e online

3. Deixe o currículo legível - Separe os quadros de informações, não há uma ordem certa para elas aparecerem. Por exemplo: se acha que a sua pós-graduação é mais relevante para o cargo do que sua experiência em outra área, isso deve vir primeiro, após destacar no currículo o quadro "Formação profissional".

Fonte de pesquisa; Cyberdiet.com e Lulucha

Você Sabe Quais São os Reais Sintomas do Estresse???

Sempre que falamos em estresse, achamos logo que estamos estressados por isto ou por aquilo. Mas, será que estamos messsmo estressados ou simplesmente exaustos??? Ou simplesmente nervosos???
Vamos ver aqui o que é e quais são os reais sintomas do estresse:

O que é estresse?

Estresse não é um diagnóstico, doença, ou síndrome. Estresse é um conjunto de sintomas emocionais ou físicos, não específicos, que podem estar associados ou não a uma doença ou síndrome.
A associação do estresse com uma determinada doença irá depender da vulnerabilidade individual; da intensidade, natureza e duração do estresse, além da capacidade do indivíduo em se adaptar ou modificar os recursos disponíveis em seu ambiente.

O que é fator estressor?

Fator estressor é qualquer evento, acontecimento ou circunstância que exerça influência física, emocional ou mental em um indivíduo. Geralmente os fatores estressores estão relacionados ao convívio social e familiar, ambiente de trabalho, meio ambiente, condição de saúde e situação sócio-econômica do indivíduo, entre outros.

Quais os Sintomas do estresse?

.Os sintomas do stress podem variar de pessoa para pessoa. Apresentado-se na forma de sintomas psíquicos como:

•Irritabilidade,

•Redução da concentração e memória,

•Insônia,

•Isolamento,

•Desânimo,

•Apatia

Já os sintomas do stress de ordem física incluem:

•Cansaço,

•Dores pelo corpo, principalmente dores de cabeça,

•Tensão muscular,

•Palpitações,

•Queda de cabelo,

•Azia,
. Baixa Imunidade

Os sintomas do stress muitas vezes podem ser confundidos com depressão, ansiedade ou outras doenças, por isto a avaliação médica é super importante na presença de sintomas persistentes

Consequências do estresse

Para algumas pessoas, o estresse pode causar doenças ou contribuir para uma deterioração da saúde física ou mental. Embora os estudos científicos não tenham chegado a um consenso definitivo, o estresse pode contribuir para o desenvolvimento de graves doenças como o derrame cerebral, infarto do coração, úlceras gástricas e até mesmo a síndrome do intestino irritável. Tudo irá depender da vulnerabilidade de cada indivíduo frente às situações de estresse.
Do ponto de vista psicológico, o estresse pode estar relacionado ao desenvolvimento de transtornos de ansiedade, síndrome do pânico e depressão.

Tratamento do estresse

.Existem diversas maneiras de tratar, aliviar ou administrar o estresse. Dentre as principais, podemos citar:

Terapias cognitivas e comportamentais: trata-se de um trabalho feito por psicólogos que visa orientar o indivíduo sobre a melhor maneira de administrar o estresse e os fatores estressores, administrar conflitos e resolver problemas.

Técnicas de relaxamento, como a meditação, por exemplo.

Prática de atividades físicas regulares.

Ter uma alimentação saudável.

Oficinas de estresse para o ambiente de trabalho.

Em alguns casos, por determinado período, o uso de medicamentos pode ser necessário. Nestes casos, o médico sempre deve ser procurado.

Estresse Oxidativo
Em determinadas situações adversas, a concentração de RL aumenta de forma descontrolada, provocando diversos tipos de lesões, que atualmente são incontestavelmente relacionadas com a gênese de várias doenças.


A essas situações deu-se o nome de ESTRESSE OXIDATIVO.

Esse tipo de estresse provém de diversos processos orgânicos e é precipitado por vários fatores exógenos (do exterior):

- Estresse químico: poluição atmosférica, alimentação inadequada, pesticidas etc.

- Estresse emocional: depressão, medo, traição, frustração etc.

- Estresse físico: trabalho braçal, excesso de exercícios, queimaduras, radioatividade etc.

- Estresse infeccioso: doenças virais, bacterianas, fúngicas etc.

Em resumo, no estresse oxidativo, o aumento de Radicais Livres modifica os meios intra e extracelulares, provocando lesões múltiplas em diversas estruturas e disfunção do sistema imunológico.

Para combater tal desequilíbrio, podemos ter três condutas objetivas:
- Diminuir o estresse primário.

- Administrar ou estimular a produção de enzimas antioxidantes (Glutation, Selênio, etc).

- Administrar antioxidantes não enzimáticos (Vitamina E, Vitamina C, BetaCaroteno etc).

Estresse: considerações finais

Combater o estresse não é uma tarefa fácil. Muitas vezes iremos precisar da ajuda de familiares, amigos e colegas de trabalho, principalmente quando a resolução de um fator estressor depende do envolvimento de várias pessoas. Diante disto, a melhor forma de lidarmos com tais situações de estresse é adotarmos hábitos de vida saudáveis com uma boa dieta e a prática de atividades físicas regulares, de forma a preparar melhor nosso organismo para os desafios do dia-a-dia.

“A coexistência nos foi imposta, mas a convivência deve ser trabalhada.”

Fonte de pesquisa: Banco de Saude.com / Saude na Internet e Lulucha

quarta-feira, setembro 8

Para o Que Serve a Vitamina K???

A vitamina K é essencial para sintetizar a proteína do fígado que controla a coagulação do sangue. É essa a sua função principal e pode ser produzida nos intestinos, é uma vitamina hiposolúvel.

A vitamina K existe em fontes naturais e sintéticas.

A lista de alimentos com muita vitamina K, inclui:

* Alfafa

* Aspargos

* Brócolos

* Couves de Bruxelas

* Queijo cheddar

* Alface

* Fígado

* Espinafres

Estes são alguns dos alimentos que contêm uma grande quantidade de vitamina K.

Benefícios Da Vitamina K

A vitamina K promove o crescimento e desenvolvimento normal, além disso previne doenças hemorrágicas em recém-nascidos.
É também utilizada para tratar desordens hemorrágicas, devido à deficiência de vitamina K.
Além de regular a coagulação sanguínea, promove ossos saudáveis.

Suplementos De Vitamina K

As pessoas que sofreram cirurgias gastrointestinais, recém-nascidos e outras pessoas que tomam antibióticos de longa duração que destroem vitamina K, devem tomar suplementos alimentares com esta vitamina.

Sintomas de Deficiência de Vitamina K

As crianças que têm deficiências de vitamina K podem ter problemas de crescimento e desenvolvimento muscular normal.
As doenças hemorrágicas nos recém-nascidos caracterizam-se por vómitos de sangue e sangramento intestinal. Estes sintomas não costumam aparecer antes dos dois ou três dias após o parto.
Nos adultos, a falta de vitamina K resulta em coagulação do sangue anormal, o que pode levar a sangramentos nasais, sangramentos no estômago e sangue na urina. Pode também aparecer sangue nos vasos capilares.

Suplementos De Vitamina K

A vitamina K é pouco eliminada no processamento dos alimentos, por isso as pessoas que necessitam de tomar vitamina K, precisam apenas de um pequeno suplemento alimentar, normalmente via tablete.
Estas tabletes devem ser engolidas totalmente, com um copo de água ou outro líquido.
Se quer tomar vitamina K por suplemento alimentar, procure bem porque não costumam estar incluídas nos suplementos de multivitaminas.

A vitamina K, na verdade, é um grupo de outras vitaminas lipofílicas (que são absorvidas por lipídios) e não solúveis em água. A vitamina K2, por exemplo, é produzida nos intestinos por algumas bactérias.

Além da vitamina K2, existem as vitaminas K1 (encontrada em plantas, principalmente em folhagens verdes) e K3 (que é um composto lipossolúvel sintético mais potente que as duas outras citadas anteriormente).
A deficiência da vitamina K é pouco comum.

Sinais de Deficiência:

•hemorragia;

•metabolismo ósseo;

•má absorção de lipídios;

•problemas na flora intestinal (por uso de antibióticos que diminuem o número de bactérias para a produção da K2);

Sinais de Excesso:

•excesso de bilirrubina no sangue de recém-nascidos (na mãe que fez tratamento com excessivas doses de vitamina K3);

•falta de ar (ou Dispnéia);

•vermelhidão da pele;

Fonte de pesquisa: Estéticabr

Gelatina - esse pózinho é tudo de bom...

Ela ganhou a fama de ser o alimento número 1 quando o assunto é dieta. Saborosa, refrescante, hipocalórica, que ajuda a combater aquela vontade aguda por doces e guloseimas e ainda, de baixo custo e fácil preparação. Sim, a gelatina é tudo isso. Mas se engana quem pensa que ela deve estar inserida apenas no cardápio das pessoas preocupadas com os ponteiros da balança. Na verdade, os benefícios dessa delícia são bem maiores do que possam imaginar. Duvidam???  Pois então vamos desmistificar o que há por trás daquele simples pozinho.

A gelatina é composta praticamente de aminoácidos (proteínas), que ajudam na síntese e na renovação do colágeno. Dos indispensáveis para o organismo, dez precisam ser adquiridos através da alimentação porque o nosso metabolismo não consegue sintetizá-los. Para ter uma idéia da importância da gelatina, ela possui nove tipos deles, faltando apenas o triptofano (precursor da serotonina), o neurotransmissor que nos deixa feliz.

Se consumida regularmente, ela auxilia na redução dos níveis de colesterol no sangue, triglicérides e controla a glicemia. Por ser rica em proteína, ela fortalece os ossos e previne o organismo de doenças como a osteoporose. Ela promove também uma maior resistência física aos desportistas. E mais: colabora para a manutenção da juventude, deixando cabelo, unhas e pele mais bonitos. Ainda não está convencido do poder da gelatina??? Então dá uma olhadinha nos detalhes abaixo.

Por que ela faz bem???

Por ser principal fonte de colágeno substância que tem como função impedir a deformação dos tecidos que fazem parte da estrutura de ossos, pele, cartilagens e tendões , a gelatina tem um papel importante na prevenção e no tratamento de doenças, como artrose e osteoporose. Também é bastante utilizada na recuperação de pessoas submetidas a procedimentos cirúrgicos, pois é um excelente agente cicatrizante. O ideal é ingerir dois potes por dia ou bater no liquidificador uma colher de sopa de gelatina em pó com um pote de iogurte. Pronto, sua manutenção de colágeno está garantida!

Composição:

A matéria-prima da gelatina é o colágeno, geralmente extraído da pele, tendões, ossos e cartilagens dos mamíferos. Embora os seres humanos sejam mamíferos, não se obtêm colágenos deles. Ideal nas dietas: Um dos benefícios dessa delícia é que ela é isenta de gordura. Das variadas marcas disponíveis no mercado, cada 100g fornecem 380 kcal, estas vindas praticamente dos carboidratos. A mesma quantidade, mas na versão diet , além de ser isenta de carboidratos, fornece aproximadamente 7 kcal, obtidas exclusivamente das proteínas. A diet é isenta de carboidratos. Por isso, se você está de regime opte sempre pela versão sem açúcar. No entanto, é interessante variar os sabores para não enjoar. Outra vantagem dessa delícia é que ela retarda o esvaziamento do estômago, deixando a pessoa saciada e hidratada por mais tempo. E ainda: dificulta a absorção dos carboidratos e das gorduras pelo estômago e pelos intestinos.

Pele mais firme

Você já deve ter ouvido falar que, quando envelhecemos ou emagrecemos, nossa pele vai perdendo elasticidade e firmeza. Isso acontece por conta do enfraquecimento gradativo do colágeno, que exerce essa função estrutural de sustentação e preenchimento da pele. Com uma dieta rica em proteínas (lembre-se, gelatina é proteínas), atividade física e pouca exposição solar é possível melhorar a saúde, como fortalecer unhas, ter um cabelo brilhante e a pele mais saudável. No entanto, é importante salientar: não existem milagres na área da saúde! Ou seja, não basta consumir grande quantidade de gelatina diariamente sem mudar o estilo de vida precário. Portanto, não esperem pelo milagre da gelatina que não vai funcionar.

Garantir a saúde e a beleza do nosso corpo é uma tarefa que requer mais do que o consumo a determinados alimentos. É, sobretudo, a combinação de práticas saudáveis adotadas no nosso dia-a-dia, como alimentação equilibrada, prática de atividades físicas, uso de protetor solar e hidratante e evitar hábitos prejudiciais à saúde como consumir cigarros, drogas e bebidas alcoólicas. Devemos sempre partir da premissa de que só quem ama é que cuida de verdade. Portanto, ame-se e seja feliz!

Fonte de pesquisa: Minha Vida

Shakes Secam Músculos e Não Gorduras


Shakes industrializados secam músculos e não gorduras
Consumo da bebida deve ser moderado e não pode substituir refeições

Seguir um cardápio balanceado e manter a dieta não é tarefa fácil. Você precisa de tempo e disposição para preparar refeições leves, nutritivas e equilibradas, muitas vezes, isso não é possível em meio à correria do dia a dia. Às vezes mal sobra tempo de mastigar, certo???

É aí que a solução mais fácil aparece: para não ficar sem comer nada ou consumir alimentos calóricos, você substitui sua refeição por um copão de shake e acredita que conseguiu economizar calorias e suprir todas as necessidades nutricionais de que seu corpo precisa para manter-se saudável.

O problema é que a bebida prática e saborosa nem sempre possui a quantidade necessária de vitaminas e sais minerais presentes em uma refeição e trocar o almoço ou o jantar por ela pode deixar sua imunidade em baixa e causar doenças graves, como anemia e disfunções renais.

O shake é feito à base de leite e por isso carrega nutrientes importantes para o nosso organismo, porém, não apresenta todas as outras vitaminas e sais minerais que devem compor uma refeição balanceada, o que torna a substituição perigosa. O ideal é consumi-lo como complemento e não como refeição.

Raio X da bebida

Um teste divulgado em fevereiro deste ano, realizado pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - Proteste, contestou os benefícios do shakes para a saúde e para a dieta, quando seu uso é contínuo. Além de não possuir a quantidade ideal de nutrientes, a bebida apresenta desequilíbrio nas taxas de vitaminas e sais minerais que possui.

Entre os cinco produtos testados pela Proteste, nenhum apresentava equilíbrio nutricional suficiente. Os shakes testados foram Bio Slim, Diet Shake, Diet Way, Herbalife e In Natura.

Segundo a Proteste, três das cinco marcas analisadas (Diet Shake, Bio Slim e Diet Way), fornecem em seus produtos taxas excessivas de carboidratos e proteínas e gordura a menos do que deveriam, o que pode acarretar na perda de músculos (massa magra) e água em vez de gordura corporal, como prometem as embalagens e as tabelas nutricionais presentes nos rótulos destes produtos.

Bomba de proteína

Segundo a Proteste, o consumo excessivo de proteína promovido pelos shakes, não deveria ultrapassar 10 a 15% do valor energético do produto, porém, em média, todas as marcas apresentam 32% de proteína.

A nutricionista da Unifesp, Eliana Cristina de Almeida explica que estes substitutos alimentares usados para emagrecer apresentam alto teor de proteínas exatamente para acelerar a perda de peso, porém, este excesso compromete o metabolismo sobrecarregando algumas funções importantes, como a renal e a hepática: "O excesso de proteínas compromete a ação dos rins e do fígado prejudicando a excreção de substâncias tóxicas e a oxigenação do sangue para manter o metablismo em dia", explica.

Shake vitaminado = Gordura zero

Quanto a quantidade de gordura, a pesquisa da Proteste mostra que os níveis aparecem muito abaixo do normal em todas as marcas, comprometendo a absorção de vitaminas e a síntese de hormônios. As vitaminas A, B, E e K só são completamente metabolizadas em conjunto com a ação das gorduras no organismo. Quando não ingerimos gordura suficiente para metabolizá-las, corremos o risco de desenvolver anemia e, em pessoas mais velhas, desnutrição.

Cadê as fibras???

Já com relação às fibras, para substituir uma grande refeição, os shakes deveriam ter cerca de 10 gramas por porção, segundo a Proteste, porém nenhum deles chega perto deste valor.As fibras funcionam como uma vassoura que vai limpando todas as impurezas de nosso corpo, se deixamos de consumi-la por muito tempo, deixamos nosso organismo vulnerável a infecções. 

Carboidrato, sim!

Uma dieta saudável também precisa de carboidratos, cerca de 50 a 60%, de acordo com a Proteste, mas três dos shakes analisados, Diet Shake, Bio Slim e Herbalife, fornecem mais do que isso. "Ao contrário do que propõem, os shakes, ao fornecerem alto teor de carboidratos, provocam o acúmulo de gordura já que o nosso metabolismo não consegue processá-los de uma vez só, dificultando o emagrecimento", diz a nutricionista.

Valor calórico que não equivale a uma refeição

Além dos nutrientes necessários para alimentar uma pessoa, uma refeição saudável e equilibrada precisa ter teor calórico compatível com o metabolismo dela para suprir seu gasto calórico diário.

Segundo a Proteste, alguns shakes possuem valor energético baixo - de 190 kcal (Herbalife) a 230 kcal (Diet Shake) - já misturados com leite. Para a nutricionista da Unifesp, o baixo teor calórico faz com que a pessoa perca, a curto prazo, a disposição e o pique já que não tem energia suficiente para gastar, podendo sofrer enjoos e cansaço anormais.

Os shakes proporcionam perda de massa muscular e não de gordura. Emagrecimento que não funciona

A nutricionista explica que este tipo de suplemento não promove a perda de gordura, e sim de músculos e água, comprometendo a saúde de quem os consome: "sem energia os músculos vão se desgastando e perdemos massa muscular e não gordura. O problema disso é que sem os músculos ficamos sem força para executar nossas atividades em especial, as esportivas", diz.

Exercícios x shakes

Uma pessoa que substitui suas refeições por shakes e mantém seu ritmo de treino gasta suas reservas de glicose do organismo, perde massa muscular e corre o perigo de ficar desnutrida ou ter uma crise glicêmica. "Se você gasta mais energia do que consome e não tem os nutrientes adequados, fica fraco e sem combustível, daí a baixa na taxa de glicose e os enjoos típicos de quadros de sobrecarga metabólica", afirma a especialista da Unifesp.

Versões leves e caseiras fazem toda a diferença

Segundo a nutricionista, as versões caseiras dos shakes são mais saudáveis, porém, mesmo assim eles não devem substituir refeições, mas atuar como complemento.

"Eles são mais saudáveis porque não têm os produtos químicos próprios da industrialização, mas nem por isso são completos o suficiente para substituir o almoço ou jantar. A escolha entre o industrializado e o caseiro vai depender da disponibilidade da pessoa de preparar algo, mas não se deve perder de foco o benefício apenas complementar destas bebidas", explica a nutricionista.

Fonte de pesquisa: Minha Vida.com

segunda-feira, setembro 6

Socorro!!!

Gente SOCORRO pelo Amor de Deus!!! Vocês estão lembrados da minha cachorrinha Julia, não estão??? Pois é, acontece que ela está me deixando louca!!! Hoje ela já está entrando no 5º mes, e ao invés de melhorar, ela simplesmente piorou. Está uma pestinha, não obedece a ninguém, faz xixi e coco aonde ela bem entende, e ainda olha pra sua cara dizendo: "gostou???". Late que nem uma doida, ainda bem que só durante o dia, eu mando ela fazer uma coisa ela faz outra, e isso, conscientemente, é pra me irratar??? Eu não sei mais como lidar com ela, agora pedí à psicóloga do Dr. Pet que venha a minha casa novamente, não pela Julia, mas por mim. Olha só, eu dou tudo o que ela quer, o que ela precisa, e não adianta, ela não se satisfaz com nada.

Hoje comprei um cercadinho, tipo andador de bebê, só que pra cachorro, um luxo, ela adorou pois assim ela poderia ficar na sala comigo até a hora de dormir sem sujar os meus tapetes. No começo ela A-DO-ROU, pulava de alegria, depois de 1/2 hora começou a latir sem parar, levei ela ao pipi-dog toda hora pra ela fazer pipi, mas adivinhem aonde é que ela fez??? Dentro cercadinho. Ai que ódio!!! Peguei ela, levei pra área de serviço e disse pra ela ficar lá e não vir mais pra sala. Aí ela fica quieta e faz aquela carinha de coitadinha, que eu não caio mais, vou deixar ela trancada na área de serviço durante uma semana, só vou sair com ela para fazer exercício.

Gente, eu pergunto a vocês: aonde é que eu estou errando??? Será que estou mimando-a demais??? Eu só sei que quando comprei essa cachorrinha, era pra ficar o dia inteiro com ela, interagir com ela, queria que ela fosse uma cachorra gostosa e não chata, mas não estou conseguindo... Ela está cada dia pior, eu só espero que que a psicóloga me ensine como devo tratá-la, pois do jeito que está não dá. Será que tem solução???
Será que quando ela crescer melhora??? Tenho milhões de dúvidas na minha cabeça e o meu stress está nas alturas!!!

Quando escolhí um Maltês foi porque de todas as raças existentes eles eram um cachorro de companhia,
não trocavam os pêlos, eram comportados, calmos, e de fato, todos os malteses que eu conheço são super calmos!!! Mas a Julia... Fala sério!!! A única qualidade que eu ví nessa raça até agora é que eles não fedem, não deixam cheiro na casa, são lindos de morrer, e rebeldes pra cachorro!!!

Sei lá, depois que eu tomar umas aulas com a psicóloga eu conto pra vocês se ela tem jeito ou não.




Lulucha