sexta-feira, setembro 11

A Internet Causa Polêmicas - Cuidado Com o que Você Escreve

Você sabia que dependendo das normas da empresa em que trabalha, você pode ser demitido(a) por justa causa apenas por usar a internet indevidamente? É sério mesmo. Olha só, houve um caso de uma secretária que foi demitida por escrever um email em letras maiúsculas e com letras vermelhas. E não é piada não, é sério mesmo. Este assunto anda causando muita polêmica por parte dos funcionários de empresas. Preste atenção: Muito cuidado com o que você escreve na internet, tem muito funcionário que aproveita o computador da empresa, para bater papo com amigos falando mal da mesma. Aí não dá né? Anote alguns conselhos úteis:

  1. Certifique-se, primeiro, se a empresa em que trabalha permite o uso do computador da firma para o seu lazer.
  2. Nunca use o computador da firma para ficar batendo papo no Orkut, MySpace, Facebook ou até mesmo no Twitter.
  3. Deu para perceber que é preciso cuidado ao usar tudo que a internet proporciona, certo? Muitas empresas tem proibido o acesso a sites como Orkut, MySpace e até a nova coqueluche da web, o Twitter. As que não proíbem esperam bom senso dos funcionários. Quando autorizado, é preciso compartilhar a responsabilidade com a empresa, usar com cuidado.

Hoje as empresas estão inserindo normas para que as pessoas não percam a produtividade por focar a atenção na internet e redes sociais, pois realmente elas perdem a concentração.

Se esse tipo de site for usado com moderação, pode ser uma ferramenta para o momento de relaxamento do funcionário, na hora que ele espairece. É hipócrita você não aceitar a atuação das mídias sociais na vida das pessoas. É preciso acompanhar o desempenho. O que não é admissível, são funcionários que ficam o tempo todo batendo papo na internet, esses serão demitidos. Não porque ficaram na web, mas porque seu rendimento com a empresa é zero.

O grande desafio, de empresas e empregados, é saber encontrar o limite e não abusar. Se você pode usar o Twitter no trabalho, cuidado para não postar toda hora um comentário. Os colegas podem ver isso com maus olhos e pode rolar um constrangimento desnecessário. Seria interessante que as pessoas tivessem mais cuidado para não postar nada comprometedor sobre o trabalho, ou até mesmo dados confidenciais. Isso pode danificar sua própria imagem.

Se o chefe é seu colega no Orkut, cuidado redobrado com mensagens. Isso porque esse tipo de rede social é pública e pode deixar você numa situação que seria facilmente evitada se você tomasse cuidado.

CUIDADOS:

Alerta vermelho para o que diz respeito ao envio de e-mails no ambiente corporativo. Como está tudo no texto e fica difícil expressar sentimentos, é preciso sinalizar o tom da mensagem. Se usar emoticons e palavras amenas podem deixar emoções mais explícitas e evitar mal entendidos.

Cuidado com o tamanho dos arquivos anexados. Mesmo com a banda larga, não é só o seu e-mail que a pessoa receberá. Se passar de 1 mega, utilize programas disponíveis na própria internet (como yousendit ou 4shared). Eles transferem arquivo grandes e enviam um link por e-mail para o destinatário baixar.

Cuidado também com os nomes gravados no seu gerenciador de e-mail. Confira se o destinatário está correto, pois na correria você pode enviar email para a pessoa errada.

Os cuidados com o Internet banking Contadores de histórias na internet Ainda no ambiente de trabalho, bom senso vale e muito, principalmente na hora de personalizar o computador. Se você perceber que todas as máquinas têm o logo da empresa no Desktop, não coloque foto do namorado ou do cachorrinho.

Uma última dica: esteja atento aos erros de pontuação e ortografia. Mesmo sendo ambiente informal, as pessoas não toleram pequenos erros ou deslizes na etiqueta virtual.

Fonte de pesquisa; Vila mulher/ Lulucha

domingo, setembro 6

Beleza é Fundamental?

Dois pesquisadores americanos resolveram investigar cientificamente um tema dos mais polêmicos, especialmente no que diz respeito às mulheres: é verdade que pessoas bonitas têm algum tipo de vantagem na conquista de um emprego? Chegaram à conclusão de que os empregadores realmente dão preferência aos candidatos bonitos. Mas o motivo porque isso ocorre não tem nada a ver com o que normalmente se imagina.Marcus M. Mobius, da Universidade de Harvard, e Tanya Rosemblat, da Universidade Wesleyan, simularam um processo de seleção em que dezenas de candidatos preencheram os habituais formulários com dados pessoais, formação acadêmica, experiência profissional e etc.

Em seguida, os participantes resolveram um teste de lógica relativamente simples e responderam à pergunta: “Quantos testes desse tipo você seria capaz de resolver em 15 minutos?” Na etapa seguinte, os empregadores avaliaram os candidatos de maneiras diferentes: sem entrevista, apenas examinando currículo e foto do candidato; entrevistando-os pessoalmente; e entrevistando-os por telefone. Agora, veja que resultados interessantes.

Nos casos em que os empregadores avaliaram apenas currículo e foto dos candidatos, a boa aparência não teve influência alguma. Nos casos em que os empregadores entrevistaram pessoalmente os candidatos, os mais bonitos foram os preferidos. E nos casos em que as entrevistas foram por telefone, os mais bonitos também se saíram melhor. Qual seria a explicação para isso, se na entrevista por telefone não dá para julgar a aparência das pessoas? A explicação é: autoconfiança.

Os pesquisadores constataram que os candidatos de melhor aparência transmitiram mais autoconfiança aos empregadores, tanto nas entrevistas cara-a-cara quanto nas realizadas por telefone. E apesar de não terem ido melhor que os demais no teste de lógica, os bonitões se disseram capazes de resolver um maior número de testes do que os outros.

Para mim, isso tem tudo a ver com a auto-estima. Pessoas de boa aparência tendem a se valorizar e se gostar. Consideram que sua beleza é percebida e reconhecida pelos outros e são confiantes de que causam boa impressão. E se pensam isso de si mesmas, acabam causando boa impressão mesmo – não tanto por causa da aparência, como demonstrou o estudo, mas principalmente por causa da autoconfiança.

Agora, precisa ser bonito para ter auto-estima elevada? Claro que não. Temos muitos motivos para nos gostar e valorizar: inteligência, bom humor, competência, conhecimento, experiência, maturidade, simpatia, gentileza, elegância, vontade, coragem, garra, equilíbrio, determinação, atitude, disciplina, sensibilidade... Você mesma, reconhece as qualidades que possui? Na realidade, o maior fator de auto-estima é saber quem somos, quais são nossas qualidades e potenciais. Dizem por aí que a beleza vem de dentro, o que pode ser um grande chavão, mas não deixa de ser absolutamente verdadeiro. Reconheça toda a sua beleza interna e expresse-a para o mundo com muita autoconfiança. Empregador nenhum conseguirá ficar indiferente a isso! Wow!!!

Fonte de pesquisa; Vilamulher

Assédio Moral é Crime?

No ambiente de trabalho, as relações se intensificam. Afinal, você passa oito, nove, dez horas por dia, todos os dias, com a mesma equipe, dividindo espaços, corredores e, claro, gênios e humores.

No meio da relação de colegas de trabalho podem surgir grandes amizades. Mas, às vezes, o mesmo ambiente pode ser palco de uma violência silenciosa, sem marcas, conhecida como assédio moral.

Esse tipo de assédio surge quando um empregado é exposto a situações humilhantes ou constrangedoras, de forma repetitiva e prolongada durante o período de trabalho. Esse comportamento negativo, obviamente, contribui para a degradação do ambiente, desestabiliza a vítima e até força demissões.

Por isso, cuidado. Aquelas brincadeiras podem ser mais sérias do que você imagina. E as palavras duras do chefe podem não ser apenas hábito do exercício da subordinação. O assédio moral pode ser caracterizado por atos ou comportamentos agressivos com o objetivo de desqualificação e desmoralização profissional, desestabilizando emocionalmente o assediado. E não se confunde com a subordinação, uma vez que é direcionado, ou seja, uma ou mais pessoas são escolhidas como vítimas de quem tem a intenção de ocasionar um dano psíquico ou moral ao empregado.

Vale ressaltar que, embora a situação mais frequente de assédio moral seja aquela verificada entre o superior e seus subordinados, a mesma pode surgir com a finalidade de excluir alguém indesejado do grupo ou, até mesmo, o superior hierárquico.

As maiores vítimas do assédio moral são as mulheres casadas ou grávidas, os empregados com estabilidade e, acredite, os que atingem salários muito elevados em relação ao mercado. Adoecidos e acidentados que retornam ao trabalho também são alvos.

Os principais sintomas observados entre as vítimas do assédio moral são: desde crises de choro e dores generalizadas até insônia, depressão, diminuição da libido e sede de vingança. Aumento da pressão arterial, dor de cabeça, distúrbios digestivos, tonturas, ideia ou tentativa de suicídio, falta de apetite e de ar e até alcoolismo também são sinais de que alguma coisa não está bem no ambiente de trabalho.

O trabalhador assediado começa a perder a confiança em si, na sua competência, na sua qualidade profissional. Passa a sentir-se culpado, perde a estima de si. A humilhação repetitiva e de longa duração interfere na vida do trabalhador de modo direto, comprometendo sua identidade, dignidade e relações afetivas e sociais.

Ocasionam graves danos à saúde física e mental, que podem evoluir para a incapacidade no trabalho, desemprego ou mesmo a morte, constituindo um risco invisível, porém concreto, nas relações e condições de trabalho.

Quem passa por isso deve sempre tentar narrar os fatos na empresa e procurar ajuda dos colegas, principalmente dos que testemunharam ou também sofreram humilhações do agressor. A vítima também deve evitar conversar com o agressor sem testemunhas. Todas as provas do assédio sofrido, tais como bilhetes e mensagens de correio eletrônico, devem ser guardadas. Isso porque, mesmo que o Brasil não tenha uma lei de âmbito nacional com o objetivo de prevenir o assédio moral e punir o assediador, é possível mover ação indenizatória e todas as evidências serão necessárias.

No Código Penal, o assédio moral é considerado crime. Portanto, não se deve ter medo, vergonha , ou esconder o fato, deve sim é falar para a empresa em que trabalha que você foi uma vítima e mostrar todas as provas guardadas. E colocar essa "nobre" pessoa na cadeia.

ASSÉDIO SEXUAL OU MORAL Para não haver dúvida, vale lembrar: assédio sexual é a abordagem, não desejada pelo outro, com intenção sexual ou insistência inoportuna de alguém em posição privilegiada e que usa dessa vantagem para obter favores sexuais de subalternos ou dependentes. O assédio sexual é crime, listado no Código Penal. O moral é toda e qualquer conduta que, intencional e frequentemente, fere a dignidade e a integridade física ou psíquica de uma pessoa, ameaçando seu emprego ou degradando o clima de trabalho.

Fonte de pesquisa: Vilamulher/Lulucha

Você Funciona Antes ou Depois do Meio-Dia?

Tem gente que antes do meio-dia não existe, não é verdade? Outras só funcionam depois das 2:00 da tarde!!! Você já deve ter ouvido ou até mesmo conhecido pessoas assim. Para outras, se não lenvantar da cama às 7:00 da manhã o dia não rende, e aquelas que saem de madrugada para caminhar e depois voltam tomam uma chuveirada e saem para o trabalho??? Eu hein??? Tô fora dessa. Conheço uma pessoa que mora nos EUA, que é pintora, ela só sai de casa às 23:00, o dia não existe para ela, segundo ela me disse, que só tem inspiração durante a noite, pois é menos barulho, mas também a vida dela é uma loucura, supermercado ela faz às 2:00 da manhã.

Para outras, o melhor mesmo, é dormir até umas 9:30 e começar o dia só depois das 10:00 da manhã. Acho que esta opção é a mais popular entre as mulheres. Pois é, perceberam como a disposição entre uma pessoa e outra é comum? Mas por que isso acontece?Segundo psicologos e terapeutas, dizem que isso ocorre por causa de uma série de fatores que afetam a disposição entre uma pessoa e outra. O principal deles é o grau de entusiasmo com que a pessoa leva a vida.

Se ela não gosta muito do seu dia-a-dia,ela dorme mais para não ter que enfrentar os problemas logo pela manhã. É mais ou menos um tipo de "fuga" dos problemas. As pessoas que trabalham, mas detestam o que fazem tendem a chegar sempre atrasadas ao escritório. Já a pessoa que gosta do que faz, levanta cedo para começar logo o seu dia.

Pessoas deprimidas, por exemplo, acordam desmotivadas e sem ânimo. E muitas vezes nem sequer saem do quarto, por dias seguidos dependendo da depressão. Os ciclos biológicos de cada um também são um fator crucial para o entendimento de como o corpo reage durante o dia, já que eles são um reflexo do estado emocional e mental de cada indivíduo. Tudo tem a ver com a personalidade e com o estilo de vida de cada pessoa. Um atleta pode funcionar melhor de manhã e um poeta melhor de madrugada. Os ciclos do corpo acabam se organizando para suprir a necessidade e a busca de cada um.

Se a pessoa sabe que para ela é mais fácil desenvolver o raciocínio lógico pela manhã, para quê deixar o trabalho relacionado às atividades reflexivas para à noite? A maioria não se observa e apenas repete e reproduz o que alguém disse que é bom. Olhem só, aí vai um ótimo exercício para vocês se ajudarem nesse autoconhecimento e ajudar na busca do equilíbrio. Você pode fazer todos os dias para dar uma ajudinha. É super fácil e não há nem desculpa para não tentar:

Compre um diário e anote, de hora em hora, como se sente, e dê uma nota para sua disposição. Caso perceba que há um padrão envolvido no ciclo, vale a pena questionar tudo que está envolvido naquele horário: o que você vai fazer, quem vai encontrar, quais suas obrigações. É interessante também avaliar que existem pessoas no cotidiano que podem atuar como "vampiros de energia".

Anote também a disposição que você sente quando encontra alguém ou quando vai a algum lugar. Você pode fazer isso em casa mesmo. Apenas feche os olhos, pense nas pessoas do seu dia-a-dia e anote a sensação que elas lhe trazem: de cansaço ou disposição. Repita isso com lugares. Existem lugares nutritivos e lugares que exaurem a energia. Esse exercício de percepção, além de altamente revelador, pode ser bastante divertido e interessante!

Fonte de pesquisa: Vila mulher/ Lulucha