sábado, julho 24

Rapidinhas: McDonalds

Pessoal, acabei de assistir um vídeo no Youtube que mostra como aquela comida é nociva para a saúde. Vale a pena assistir, é nojento mas deve ser visto. Assistam, vocês irão ficar chocados.
http://www.youtube.com/watch?v=j-ljW5YEdao

(tradução desativada) This is the truth of McDonalds' food. It is absolutely disgusting. Caution to those with weak stomachs :) por junsulovex
2150604 exibições





Lulucha

Rapidinhas: Tranças

Estão na última moda!!! Mas não são aquelas tranças super bem feitas, embutidas, não. São justamente as mal feitas, quanto mais tortas e despenteadas melhor. Sabe quando a gente faz uma trança pra dormir??? Quando a gente acorda ela está toda bagunçada não está??? Pois é essa mesmo que está se usando.
Uma ótima dica pra quem tem cabelos rebeldes.





Lulucha

Rapidinhas: Docksides

Lembram dos famosos e ultra-confortáveis Docksides??? Pois é, eles voltaram com força total neste verão  2010/2011. Graças à moda Marinha que vem com tudo para o verão. Para quem não sabe, esses sapatos são usados em barcos ou iates, pois não escorregam, e estiveram na moda nos anos 80. Mas como tudo volta...

Também conhecidos como boat shoes, eles eram usados por marinheiros, feitos de couro, e tinham a sola de borracha (para impermeabilizar). Na última temporada, os docksides deram as caras tanto na moda masculina quanto feminina, tanto no Brasil quanto lá fora: Lanvin, Calvin Klein, Paul Smith, Kanye West pra Louis Vuitton, Mark Ronson pra Gucci, Ausländer, TNG… É mais uma dessas peças clássicas que estão voltando!

Fonte de pesquisa: MSN e Lulucha

Rapidinhas: Dubai

Vocês sabiam que em Dubai não se paga impostos??? E também não se paga: luz, gás, água...??? Pois é minha gente, e  o melhor de tudo é que se você não está conseguindo emprego, o governo te dá comida, e te ajuda em tudo o que você precisar. As mulheres casadas, são extremamente mimadas, não pagam NADA, os maridos e os papais é que devem pagar todas as suas contas. Bom demais não acham???

Lulucha

Aos Leitores

Aos leitores deste blog:

À partir de agora, vocês terão uma novidade!!! Este blog terá umas notícias curtinhas chamadas:  RAPIDINHAS. Serão notícias breves, curiosidades, informações, dicas e etc, etc, etc... Todas com até 12 linhas escritas. Será bom para variar, e bom para vocês!!!

Agradeço a todos os meus leitores e àqueles que ainda serão.

Bjus,



Lulucha

quinta-feira, julho 22

Óleo de Cártamo - Tomar ou Não Tomar??? Eis a Questão...

Milagre da vez


Conhece o óleo de cártamo? Ele é a aposta do momento das mulheres em busca de soluções fáceis de emagrecimento

Bonitinha, mas aparentemente ordinária

Um produto totalmente natural que auxilia na queima de gordura, diminui o apetite e combate o colesterol ruim. Com essas promessas tentadoras, o óleo de cártamo, a cápsula mágica do momento, vem ganhando adeptas entre as mulheres que buscam uma silhueta mais enxuta — e quem não busca? Numa pesquisa rápida na internet, encontram-se mais de 600 mil páginas dedicadas à pílula originária das sementes do cártamo, planta natural das regiões áridas da Índia.

A realidade, porém, é que não há estudos ou pesquisas que comprovem sua capacidade emagrecedora. “Uma vez que esse tipo de produto não é vendido como remédio, mas sim como alimento, as empresas se sentem à vontade para atribuir a ele as mais variadas propriedades terapêuticas”, afirma Marcio Mancini, presidente do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Para Mancini, a propaganda enganosa só faz aumentar a frustração e a ansiedade de pessoas que pretendem perder peso.

A estratégia de marketing adotada por empresas que comercializam o suplemento vai contra a determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), onde o óleo de cártamo tem registro obrigatório e é enquadrado na categoria “Novos Alimentos ou Ingredientes”. Segundo o órgão, o produto não pode ser rotulado de propriedade funcional ou emagrecedora. Essa argumentação é considerada infração sanitária, com penalidades que variam de notificações a multas de até 1,5 milhão de reais.

Em março deste ano, a Anvisa determinou a suspensão de todas as propagandas que atribuíssem funções terapêuticas a um suplemento feito à base de óleo de cártamo. A medida está relacionada às peças que conferem ao produto resultados como redução de peso corporal, melhora da definição corporal e diminuição da absorção de gorduras.

Mesmo com a norma do governo, anúncios continuam, de maneira indireta, fazendo promessas de perda de medidas. Em um deles, está o depoimento de uma mãe que diz ter conseguido vestir o mesmo manequim da filha graças ao produto. Nas fotos que compõem as peças, aparecem mulheres com pouca roupa, em uma alusão ao poder emagrecedor do suplemento

Suplemento no laboratório


Recentemente, os efeitos do CLA sobre a gordura, os músculos e o sangue foram alvo de um estudo coordenado pela professora Jocelem Mastrodi Salgado, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (USP). A análise foi realizada com 64 camundongos, divididos em dois grupos — um de praticantes de exercícios e outro de sedentários. Os resultados mostraram que a suplementação de CLA aliada à prática de atividades físicas auxiliou na redução de gordura corporal em ambos os sexos e favoreceu o aumento da massa muscular apenas em fêmeas que praticavam exercícios.

“É preciso estar atento ao fato de não sabermos quais podem ser os efeitos do suplemento em humanos. Apesar da proibição da Anvisa, infelizmente vem crescendo o número de pessoas que utilizam a substância com a intenção de perder peso”, alerta Jocelem. A pesquisadora diz que entre alguns sintomas percebidos nos roedores que utilizaram a substância está o aumento do volume do coração.

Marcio Mancini ressalta a importância de consultar um profissional confiável antes de se render às promessas alardeadas por algumas empresas. “O mercado é invadido constantemente por propagandas que iludem os consumidores”, afirma. Estava bom demais para ser verdade, não é?

E agora??? O que fazer??? Conheço um monte de amigas minhas que estão tomando o Linolen (óleo de cártamo), emagreceram??? Sim, mas seria mesmo o Linolen???
 
Fonte de pesquisa: Women's Health.Abril e Lulucha

quarta-feira, julho 21

O Sonho (Árduo) de Ser Modelo

Muitas meninas sonham em ser modelos. Ontem mesmo vendo um programa sobre esse tema, eu ví o quanto essas meninas sofrem, em 1º lugar se a pessoa não tiver 1,80 ou 1,78 de altura é desclassificada, o peso deve estar entre 50 a 55 quilos ou seja, um cabide. Teve uma hora, que eu realmente fiquei com pena da garota, ela foi perguntar não sei o quê para um dos caras que escolhem as modelos, e ele simplesmente respondeu: "modelo não fala, obedece". Depois eles fazem, um tipo de tortura com elas, para avaliarem as reações de cada uma e assim irem eliminando, eles trazem uma modelo relativamente famosa, totalmente careca, e dizem para todas: " Bom meninas para vocês fazerem essa campanha, o cliente quer que todas fiquem carecas como ela aqui (a tal da modelo) quem aceita???" As que não aceitam caem fora, as que aceitam ficam, depois eles falam para as que ficaram: " Foi brincadeira, era só para testar quem de vocês faria qualquer coisa pela profissão".  Fala sério!!!

E não adianta, quando elas põem na cabeça que querem ser modelos ninguém as faz desistir. O fascínio que a mídia gera ao fotografar as passarelas e a vida das modelos é imenso. É difícil conhecer uma menina que não gostaria de ter o prestígio e a badalação de uma Gisele.

Mas é bom que se saiba que, ser modelo é uma carreira que começa com muito pouco dinheiro, salvo raras excessões e exige comprometimento, dedicação e maturidade para aguentar os insucessos normais do dia a dia. Existem tantas profissões lindas no mundo, você já se perguntou se realmente quer ser modelo???
Numa época marcada pela publicidade, diariamente entram pelas nossas casas imagens de mulheres altas, magras, bonitas, ricas, famosas e badaladas, que representam tudo o que é de bom, (ou se pensa ser de bom) existente na nossa sociedade. Nossas crianças, principalmente nossas adolescentes, com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos, rapidamente se identificam com aquelas mulheres glamourosas, com vidas perfeitas, e desejam instantaneamente se tornar uma delas. Será isso errado???

Elas são bonitas, bem vestidas, perfumadas, viajadas, famosas... Não há nada de errado nisso. O errado é achar que a vida é apenas isso. E, definitivamente não o é. As novatas são as que sofrem mais pois essas ficam sem comer por meses e quando acham que estão no ponto, se inscrevem nas melhores agencias e ainda escutam um sonoro não, pois as medidas e o peso não correspondem, é preciso perder  + 6 quilos e 11 cms de cintura..., É isso que elas escutam e aí o sonho acaba ou o pesadelo começa...

Elas desejam tanto alcançar esse mérito que estão fazendo sacrifícios inacreditáveis, maléficos para a sua saúde física e mental. O que dizer das dietas assustadoras, do book pago a peso de ouro sem nenhum retorno assegurado ou dos cursos e mais cursos sem qualquer perspectiva real de ser contratada por uma agência credível??? Realmente é muito preocupante o que está acontecendo com nossas adolescentes.

Se nos atentarmos à realidade de que por cada Gisele, no mínimo 1000 meninas jamais alcançarão sequer a profissão de modelo profissional, podemos ter uma mínima idéia da gravidade do problema. Quantas adolescentes estão destroçadas fisicamente, mentalmente e emocionalmente??? Quantas se perdem por outros caminhos??? (A maioria).  Está na hora de haver um trabalho sério de conscientização das adolescentes sobre o limite da busca pelo sonho de ser modelo, esse sonho tão difícil de concretizar. Mas não impossível.

Fonte de pesquisa: Toque Feminino e Lulucha

De Que Adianta???

De que adianta,

Sentir o calor do teu corpo...

No meu...

Se o que fica é um só ser!



De que adianta esse jeito manhoso,

Gostoso de ser...

Se o que fica é apenas o ser!



De que adianta te ter,

Ao entardecer...

Se o que fica é um só ser!



De que adianta,

Ter essa torre medieval...

Em pleno carnaval...

Se o que fica é apenas um ser!



De que adianta,

Tantas artimanhas...

E manhas,

Se o que fica é um só ser!



De que adianta,

O mar...

Se o meu corpo inerte,

Leva-me para o silencio da imensidão,

Insinuantemente,

Totalmente,

Se o que fica é apenas um ser!



De que adianta,

Te conhecer,

Me entregar aos seus desejos...

Se o que fica é apenas um ser!



De que adianta,

Te ter, te amar, desenfreadamente,

Se aparentemente...

O que fica é um só ser!



De que adianta,

Tudo isso afinal?



Lulucha

Não Se Deixe Cair na Rotina

Como manter a magia do primeiro mês para o resto da vida
(Atenção: esta reportagem só é valida para os casais que ainda se amam. Não confunda amor com relaxamento, se algum dos dois relaxou algum motivo tem, vamos ver).

Se sua relação está sofrendo da síndrome da rotina, prepare-se para entrar num jogo que vai fazer você reviver todas as emoções de um trepidante começo de namoro!

Ufa, que delícia, os dois finalmente estão morando juntos, em um canto gostoso e aconchegante. Agora você está totalmente à vontade e não precisa se comportar como uma aluna exemplar em primeiro dia de aula. Ainda assim, sente falta de algo que existia nos primeiros meses de namoro. Enquanto dá a seu amado um beijo de boa noite, lembra-se dos agarros apaixonados dos velhos tempos.

Essa excitação pode ter desaparecido porque você acabou relaxando além da conta. Você engordou???Será que vai para a cama com creme espalhado nas espinhas??? Usa e abusa do alho mesmo em um jantar romântico??? Se a resposta for sim, é hora de trazer de volta o clima de descobertas e encantamento de antes que o amor ceda sob o peso da rotina. Como??? Simplesmente repetindo as mesmas coisas que fazia nos primeiros meses. Se os dois agirem como um casal em pleno início de caso, vão reviver as mesmas emoções. Mas, tenha a certeza de que vocês ainda se amam.

É fácil explicar: como há uma conexão mental entre seus sentimentos e suas ações, quando você retoma atitudes do começo do namoro, a mente acompanha o processo e reage de acordo. Em outras palavras, se você se comporta de certa maneira, pode começar a pensar assim também.
Fonte de pesquisa: Women's & Health e Lulucha

segunda-feira, julho 19

Você Sabe o que é: Síndrome do Avestruz???

Síndrome de avestruz


Ficar intimidada diante de uma plateia — e seguir adiante? Normal. Mas quando a timidez faz com que você empaque feito um cavalo pode ser sinal de uma doença: fobia social

Você foi convidada para ministrar uma palestra que vai trazer reconhecimento profissional. Só de pensar em encarar uma plateia, no entanto, as mãos suam, o coração acelera e os músculos se contraem. Acuada, você arruma uma desculpa e recusa o convite. Você pode confundir esse cenário — que se repete em festas e demais eventos — com aquela timidez do jardim de infância. Mas em alguns casos trata-se de fobia social, condição causada pelo intenso medo de ser criticada e rejeitada. Enquanto o tímido supera o incômodo ao precisar se expor de alguma maneira, quem tem fobia social simplesmente trava. “Timidez é um fator psicológico, mas fobia social é doença”, afirma o psicólogo Ruy Miranda.
A raiz do problema é bem anterior ao trauma do primeiro dia de aula na escola. Nosso cérebro se desenvolveu para ser sensível a como as outras pessoas nos veem
Como resultado, o medo de ser rejeitada é muito comum. Ao menos 90% das pessoas já experimentaram um grau de ansiedade social em algum momento, diz a assistente social Erika  É normal se sentir ansiosa num primeiro encontro, numa palestra ou numa importante reunião de negócios. O problema ocorre quando o mal-estar se estende para interações básicas como conversar no elevador, falar ao telefone e comer em restaurantes. A estimativa é que os transtornos de ansiedade atinjam 23% da população mundial, sendo que a fobia social está no topo dessa lista, abrangendo 13% das pessoas.

A prevalência da doença é maior entre as mulheres. Em um grupo de dez pessoas com fobia, devemos encontrar seis mulheres e quatro homens. Embora a ciência ainda não explique por que o sexo feminino sofre mais com a condição, um dos prováveis motivos é a educação mais repressora que recebemos. Estudos mostram que o transtorno social costuma aparecer no início da adolescência e piora por volta dos 19 anos. Na maioria dos casos, os fóbicos já apresentam alguns traços na infância que indicam a doença.

A origem do mundo

A fobia social pode fazer você se sentir como num Big Brother: todas as suas ações são constantemente observadas por um olho crítico. “Os especialistas ainda não têm certeza da causa, mas imaginam que ela esteja relacionada a um sistema hipervigilante do medo no cérebro”, diz um psiquiatra. Você poderia imaginar a amígdala — parte do cérebro localizada na região das têmporas — como um cão de guarda neural; ela se atiça quando encaramos uma situação não familiar. Nas pessoas com ansiedade social, entretanto, age mais como um rottweiler superzeloso, que sente o perigo mesmo em cenários seguros.

Uma vez que a amígdala começa a se aborrecer, ela estimula seu corpo a ficar no modo lutar-ou-fugir, que pode provocar sintomas físicos como transpiração, tontura e aceleração do batimento cardíaco. A pior parte: seu cérebro sinaliza qualquer coisa que você estiver fazendo (apresentando-se numa festa ou apanhando do PowerPoint no trabalho) como um evento de alerta vermelho — significando que a ansiedade novamente se manifestará na situação semelhante seguinte.

Foi a partir da análise de neuroimagens que pesquisadores do Hospital das Clínicas da USP de Ribeirão Preto descobriram que, dos 2 600 universitários avaliados, 286 (equivalente a 11%) eram portadores de fobia social, mas apenas dois deles sabiam disso. Os demais se julgavam tímidos. Os alunos foram submetidos a um teste que estimulava a ansiedade com a notícia de que deveriam gravar um depoimento. O estudo mostrou que, quanto maior a ansiedade, maior a amígdala, e, quanto mais a pessoa se avaliava negativamente, menor era o cíngulo anterior, área do cérebro relacionada ao julgamento.

Stress zero
Não deixe o desespero bater à sua porta. Enfrente o desafio de cabeça erguida

ANTES DE MINISTRAR UMA PALESTRA, PRATIQUE EM CASA.
O preparo gera segurança e o resultado é automático. Além de preparar tópicos de conversa, ele sugere que você coloque seu marido, sobrinhos e amigos para fazer as vezes de plateia. No dia da palestra, chegue mais cedo para interagir com convidados e funcionários do local. Antes de falar ao microfone, olhe no espelho e se enalteça em voz alta. Diga: “Sou importante e vou dar a minha contribuição ao evento”.

Quem sabe assim, você consegue tirar a sua cabeça da terra e mostrar ao mundo a que veio.

Fonte de pesquisa: Women's & Health e Lulucha

Conheça Todos os Termos Usados Numa Dieta e O Quê Eles Representam

Com o dicionário da dieta, você descobre o que precisa fazer para que tudo dê certo
Calorias? Fibras? Índice Glicêmico?Quando estamos de dieta, até o nosso vocabulário muda. Mas, muitas vezes, não entendemos o que realmente significa cada termo que encontramos pela frente.

Porém, saber o que eles representam, pode ajudar a sua dieta a ser mais bem sucedida. Assim você não terá mais desculpas para começar sua reeducação alimentar. Mas, para colher os resultados, lembre-se que, conforme sexo, idade, estatura, peso e nível de atividade física, você deve seguir um cardápio especialmente voltado para o seu perfil. Cada pessoa, de acordo com suas características particulares, apresenta uma determinada quantidade calórica para manter o peso. A seguir, entenda o Be-a-bá da alimentação:

Açúcar
O tipo refinado é o vilão da dieta, pois esse processo de refinamento faz com que ele perca todas as vitaminas. Esse tipo de açúcar cai rapidamente na corrente sanguínea e eleva o nível de glicose do sangue. Porém, outras duas opções de açúcar são um pouco mais saudáveis.O açúcar mascavo é muito nutritivo, já que não passa por todas as etapas de refinamento e conserva parte do cálcio, ferro, das proteínas e vitaminas B1 e B2. Já o açúcar orgânico possui propriedades semelhantes às do mascavo porque ele não sofre refinamento, além disso, não são usados agrotóxicos no plantio da cana.

Adoçante
Conhecidos também por edulcorantes, os adoçantes podem ser naturais (sacarose, frutose, polióis e stevia) ou sintéticos (sacarina, ciclamato, aspartamo e sucralose). Além disso, são classificados como nutritivos, isto é, calóricos, como a sacarose, a frutose, os polióis e o aspartamo, e não-nutritivos, ou seja, isentos de calorias, como a sacarina, o ciclamato, o stevia e a sucralose. Em todos os casos, o objetivo principal de um adoçante é adoçar os alimentos e, ao mesmo tempo, apresentar um sabor semelhante ao da sacarose, o nosso açúcar comum.

Alimentos funcionais
São aqueles que, aliados a dieta equilibrada e ajustada à necessidade de cada indivíduo, têm componentes benéficos para o corpo, capazes de reduzir o risco de algumas doenças, melhorando os mecanismos de defesa imunológica, prevenindo disfunções, melhorando as condições físicas e mentais e, ainda retardando o processo de envelhecimento. De acordo com o nutrólogo Edson Credidio, da Unicamp, os alimentos funcionais são divididos em quatro grupos:

- Alimentos que apresentam benefícios em relação a outros similares, por exemplo, hortaliças obtidas através de técnicas adequadas de cultivo;

- Alimentos processados que tenham sofrido algum tipo de modificação, como por exemplo, o teor reduzido de gordura ou enriquecimento com antioxidantes;

- Ingredientes especificamente incorporados a alimentos, como fibras e probióticos, ou seja, alimentos ricos em organismos vivos, como o iogurte.

- Novos alimentos produzidos por biotecnologia ou métodos diferenciados, como exemplo : alimento enriquecido com Omega 3 ou cereais matinais enriquecidos com aveia ou fibras solúveis.

São exemplos de alimentos funcionais: alho, chá verde, azeite de oliva, peixe, soja, uva, castanha do Pará, linhaça, amêndoas e leite.

Antioxidantes
Os antioxidantes neutralizam a ação dos radicais livres, substâncias formadas pelo nosso próprio organismo e altamente reativas. Os radicais livres são responsáveis pela oxidação (ou degradação) das células do nosso corpo. "Esses radicais são úteis ao organismo, mas, em excesso, podem prejudicá-lo, através do depósito de colesterol nas paredes dos vasos sanguíneos, do enrijecimento das células e da anulação de algumas enzimas", ensina a nutricionista Roberta Stella, do Dieta e Saúde. Um cardápio diário rico em frutas, verduras, legumes e cereais integrais é a receita ideal. (Conheça aqui uma turma poderosa de antioxidantes)

Caloria (Valor energético)
Caloria é uma forma de medida que representa a energia dos nutrientes contidos nos alimentos. Usando termos mais específicos, uma caloria é a quantidade de energia necessária para aumentar a temperatura de 1 litro de água em 1 grau Celsius. É por este motivo que, em nutrição, ela é chamada de quilocaloria. Isso também explica a abreviação Kcal, sempre vista nos rótulos dos alimentos e nas receitas", esclarece a nutricionista.

Carboidrato
Melhor fonte de energia pra o organismo, o ideal é que de toda a quantidade de calorias ingeridas no dia, de 50 a 60% venha dos carboidratos. Ao eliminar de vez o macronutriente da alimentação, sintomas como dor de cabeça, irritação, halitose, cansaço físico e mental podem aparecer. Os carboidratos são divididos em dois grupos: os complexos e os simples.

Carboidrato complexo
Garantem uma saciedade prolongada por terem digestão mais lenta. Encontrados nos cereais, arroz, pães e massas integrais e castanhas, eles são ainda mais eficientes quando obtidos pela versão integral, pois as fibras colaboram para que o estômago demore mais tempo para pedir comida.

Carboidrato simples
Encontrados nos doces, pães, pizzas e massas à base de trigo refinado, no leite e nas frutas, têm um teor maior de glicose e, por isso, são digeridos mais rápido. Isso quer dizer que, depois de se deliciar com algum alimento rico em carboidratos simples, você não demora muito tempo a sentir fome novamente. As frutas, por também serem ricas em vitaminas, fibras e sais minerais, são as melhores opções para obter essa variação do nutriente.

Colesterol
Quimicamente, o colesterol é um álcool, mas ele só consegue circular pelo corpo grudado em moléculas chamadas lipoproteínas. O colesterol pode ser de dois tipos: LDL, o famoso mau colesterol, que tem baixos níveis protéicos, e o HDL, com grande quantidade de proteína, conhecido como bom colesterol por ser responsável por eliminar o excesso de LDL do sangue. Alimentos de origem vegetal não contêm colesterol e os alimentos ricos em gordura saturada (carne vermelha, queijos amarelos, ovos, doces e frituras) são os maiores responsáveis por altos índices no organismo.

Quando há muito colesterol no sangue, ele se acumula nas paredes das artérias, levando à aterosclerose. As artérias ficam mais estreitas e o fluxo sanguíneo para o coração é bloqueado ou reduzido, impedindo a passagem de oxigênio para o coração, o que pode levar a um ataque cardíaco. Por isso, uma dieta saudável é muito importante para a manutenção da saúde. Alimentos como feijão, nozes, legumes e verduras apresentam um óleo vegetal rico em fitoesteróis, substâncias que ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim no organismo.

Diet
Os alimentos considerados diet são aqueles em que um dos componentes nutricionais (açúcar, sal, proteínas ou gorduras) existentes no produto original foi retirado. O produto diet pode ter 0% de açúcar, mas continuar tendo o mesmo número de quilocalorias que o tradicional. São indicados para pessoas que têm restrições alimentares a alguma substância específica.

Digestão
Trata-se do conjunto das transformações, mecânicas e químicas, que os alimentos sofrem ao longo de um sistema digestivo, para se converterem em compostos menores que serão absorvidos pelo organismo. O organismo leva, em média, quatro horas para fazer a digestão dos alimentos. Alimentos mal digeridos vão se acumulando e se transformando em gordura. As gorduras são os nutrientes com maior dificuldade de digestão e que, de maneira geral, alimentos ricos em carboidratos, como arroz, massas, pães, frutas e legumes, são digeridos mais facilmente. (Conheça alguns hábitos que favorecem a digestão)

Fibras
Há dois tipos de fibras, insolúveis e solúveis. O primeiro grupo contém fibras que não são absorvidas pelo organismo e, por isso, aumentam a sensação de saciedade e também o volume das fezes, facilitando a sua eliminação. Nesse processo, levam junto substâncias tóxicas e cancerígenas, deixando o organismo mais protegido contra tumores no intestino e no cólon.

Já as fibras solúveis, se ligam a água e formam uma espécie de gel no intestino, por isso, é recomendado beber bastante água para que elas façam efeito, já que esse gel protege contra úlcera e gastrite por reduzir os níveis de gastrina, um dos hormônios causadores da acidez estomacal. A nutricionista, afirma que de 20 a 30 gramas de qualquer um dos tipos de fibras já garante benefícios para o organismo. Por isso, inclua mais verduras, legumes, frutas, trigo, arroz e pães integrais no seu cardápio diário.

Glúten
É uma proteína encontrada em quatro tipos de alimentos: o trigo, a cevada (incluindo o malte, subproduto da cevada), a aveia e o centeio. Qualquer receita ou produto alimentar que apresenta, na composição, um desses alimentos, vai possuir o glúten mesmo que em pequenas quantidades. Para algumas pessoas, a ingestão de glúten provoca danos na parede do intestino delgado, o que acarreta prejuízos para a saúde e pode ocasionar a doença celíaca.

Gorduras saturadas
São basicamente gorduras animais, que provêm de carnes, lácteos e outros. Este tipo de gordura tende a aumentar tanto o colesterol bom como mal e por isso são para doenças cardiovasculares. "O consumo diário desse nutriente deve se restringir a 7% das calorias totais da dieta", diz Roberta Stella. (Conheça os alimentos que ajudam a desintoxicar o organismo)

Gorduras insaturadas
São consideradas "boas", uma vez que melhoram os níveis de colesterol no sangue. Estão presentes principalmente em fontes vegetais como azeites de girassol, soja, milho, azeites de oliva, amendoim, amêndoas, abacate e peixes. Esse tipo de gordura se divide em dois grupos, as monoinsaturadas - abacate, óleo de canola, azeite de oliva, óleo de gergelim -, que fornecem energia e diminuem os níveis de colesterol ruim no sangue e as poliinsaturadas, compostas pelos famosos ômega-3 e ômega-6 - peixes, soja, óleo de peixe e grãos -. Esse grupo ajuda também a reduzir os níveis de colesterol e dificulta a formação de coágulos nas artérias.

Gordura Trans
O pior tipo de gordura existente. Ela é originária da gordura vegetal, porém, para dar sabor, forma e textura aos alimentos industrializados, passam por um processo denominado hidrogenação. Assim a gordura que era líquida e insaturada fica sólida e saturada, trazendo riscos quando consumida em grandes quantidades. "Ainda não existe uma recomendação de quantidade de gordura trans para a dieta, mas sugerimos o consumo de, no máximo, 2 gramas por dia" , afirma a nutricionista. Tortas industrializadas, biscoitos salgados, biscoitos recheados, pratos congelados, sorvetes cremosos e margarinas incluem essa gordura em suas receitas.

Índice  Glicêmico
Ele mede a velocidade com que os níveis de insulina aumentam em resposta à rapidez com que a glicose entra na corrente sanguínea. Grande parte dos alimentos, em especial os carboidratos, é transformada em glicose (daí o glicêmico) no organismo. A insulina, hormônio produzido pelo pâncreas, é que transporta a glicose pelo sangue até as células e mantém os níveis de açúcar estáveis.

Os alimentos estão divididos em três categorias de índice glicêmico: baixo (IG menor ou igual a 55), médio (IG de 56 a 69) e alto (maior ou igual a 70). Quanto maior a quantidade de insulina exigida para que o alimento seja metabolizado, maior é seu IG. Ou seja, o índice revela a velocidade com que cada alimento será absorvido pelo organismo. Por isso, o ideal para um cardápio leve e que mantém a saciedade são as opções com baixo IG.

Índice de massa corpórea (IMC)
É a medida internacional usada para calcular se uma pessoa está no peso ideal, aquele que não indica riscos à saúde. O IMC é determinado pela divisão da massa da pessoa (em quilogramas) pelo quadrado de sua altura (em metros).

Light
Os alimentos light são aqueles que devem ter uma redução de no mínio 25% de qualquer substância fornecedora de quilocalorias existente no produto original, como a gordura ou o açúcar. São os alimentos certos para aquelas pessoas que querem perder peso e ter uma alimentação saudável, pois apesar de terem todas as substâncias encontradas no original, tem seu valor energético reduzido.

Metabolismo
É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior do nosso organismo. O metabolismo é o responsável pelo funcionamento do nosso corpo. Quanto mais acelerado o metabolismo estiver, mais rápido nós queimamos calorias. Alguns estudos indicam uma lista de alimentos eficientes na aceleração do metabolismo. Entre eles, destacam-se o chá, o café, o salsão, a pimenta e o gengibre.

Minerais
Os minerais são nutrientes com função plástica e reguladora do organismo. Como os minerais não são sintetizados, precisamos consumir alimentos que sejam fontes deles, como legumes, frutas, verduras e leguminosas. Os principais minerais indispensáveis para a manutenção da saúde do nosso corpo são: cálcio, ferro, fósforo, potássio e sódio.

Nutrientes
Indispensáveis no dia a dia, os nutrientes, como vitaminas e sais minerais, atuam como combustíveis para manter o organismo saudável e sempre bem disposto. Quando um deles está em falta, o corpo dá sinais de cansaço e fica vulnerável à doenças como anemia, viroses e outras tantas que invadem o sistema imunológico, quando nossa resistência está baixa.Para evitar que nossa máquina entre em pane, é preciso ingerir a quantidade e o tipo certo de nutrientes para suprir as necessidades básicas de cada fase da vida.

Obesidade
A doença é caracterizada quando o índice de massa corpórea (IMC) está acima de 25. Quando esse índice está acima de 40, ela é definida como obesidade mórbida. Entre as causas se destacam os fatores genéticos, ambientais (hábitos pessoais e familiares), hábitos populacionais, religião, fatores sócio-econômicos, compulsão ou depressão, entre outros.

Pirâmide alimentar
Trata-se de um gráfico, desenvolvido pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, em 1992, que contém todas as informações necessárias para você montar refeições saudáveis. De acordo com a nutricionista Roberta Stella, a divisão dos grupos alimentares e de quais alimentos fazem parte de cada pedaço da pirâmide é baseada em diversos fatores. "A cultura, as preferências e o padrão alimentar da população são levados em consideração e, por isso, existem variações dessa ferramenta educativa". Aqui no Brasil, a convenção é que a base da pirâmide, ou seja, os alimentos que devem compor a maior fatia da sua alimentação são formados por pães, cereais, tubérculos e raízes, os carboidratos. Seguidos por hortaliças, frutas, leite, carnes, leguminosas e, no topo, açúcares e doces.

Proteínas
São os nutrientes envolvidos com a formação de células, enzimas e hormônios, daí sua denominação de construtores. "São fontes de substâncias que nosso organismo não produz, conhecidas por aminoácidos essenciais. Por isso, alimentos ricos em proteínas devem fazer parte do cardápio diário", explica a nutri. Os alimentos fontes de proteínas são os de origem animal (carnes, leites) e alguns de origem vegetal (leguminosas, como soja e feijão). De toda a quantidade de calorias ingeridas no dia, cerca de 15 a 20% devem vir das proteínas.

Saciedade
O segredo de uma dieta bem sucedida é tentar retardar ao máximo a vontade de sair por aí devorando tudo. Por isso a saída é montar um cardápio repleto de comidas que enchem o estômago e ainda ajudam a eliminar os quilos extras. "Um elevado poder saciante é encontrado em alimentos ricos em proteínas, fibras e água, enquanto alimentos ricos em gordura apresentam baixa capacidade de controlar o apetite", explica a nutricionista .

Sal
O alimento é a principal fonte de sódio. Tudo o que modifica a quantidade de água afeta a retenção de líquidos no nosso corpo, por isso que consumir muito sal é prejudicial para a saúde, além de o fato de levar à hipertensão. "A recomendação é que adultos ingiram de quatro a seis gramas de sal por dia. O problema é que é difícil controlar essa quantidade, já que nosso paladar está muito acostumado ao ingrediente. O jeito é tentar substituí-lo por outros ingredientes ou controlar a quantidade de sódio que ingerimos, através da leitura de rótulos. Lembrando sempre que seis gramas de sal se equivalem a 2,4 gramas de sódio", indica a nutricionista.

Sódio
O vilão de tudo. É o responsável pelo transporte de fluídos fora das células, ou seja, a substância ajuda a regular as passagens de líquido para as nossas células. O mineral regula as funções do organismo, como o ritmo cardíaco e o volume de sangue no corpo, porém se for consumido em excesso pode ser um gatilho para doenças cardiovasculares, como hipertensão e infarto. Por ser um conservante natural está presente em vários alimentos industrializados. De acordo com dados da OMS, a população brasileira consome duas vezes mais sódio do que o recomendado. Para adultos, o consumo diário do mineral deve ser de 4 gramas, o equivalente a uma colher de sobremesa.

Vitaminas
Essenciais para o organismo, as vitaminas participam de diversas reações químicas e atuam no metabolismo. Classificadas em lipossolúveis e hidrossolúveis, as vitaminas são divididas de acordo com a capacidade que têm de se dissolver em gordura ou em água. Algumas de suas funções principais são o fortalecimento do sistema imunológico, manutenção do sistema nervoso, ajuda na coagulação sanguínea, combate os sintomas da depressão, entre outras.

Oleaginosas
Gergelim, semente de girassol, de abóbora, linhaça, castanhas, nozes, amêndoas e avelãs são alimentos que além de tapear a fome, elas trazem um bem enorme ao organismo. "Elas são ricas em ácidos graxos monoinsaturados que auxiliam o controle dos triglicérides, do colesterol total, do colesterol ruim (LDL), diminuindo o risco de desenvolvimento de doenças do coração", explica a nutricionista. A única ressalva é que, algumas delas são muito calóricas e, por isso, deve-se maneirar no consumo.

Fonte de pesquisa: Minha Vida e a4pe.com