segunda-feira, agosto 30

Vamos Pular???

Está com preguiça ou quer emagrecer??? Então, pule. A receita é simples, mas dá resultado. Jump, step e corda são três exemplos de exercícios em que os saltos trazem muito resultado.Eles trazem a melhora da capacidade cardiovascular e realizam um alto gasto calórico, além de serem muito divertidos segundo a Triathon Academia. Aulas de ritmos variados, aerofight, circuito também possuem essas características e podem ser encaradas como opção para aqueles dias em que bater uma vontade de fugir da esteira.

A seguir, conheça um pouco mais de cada um dos exercícios e pode começar já a praticá-los, preparando-se para pular ainda mais.

Jump e step

O gasto calórico dos exercícios está relacionado com a condição física inicial do praticante, seu estado de saúde, alimentação e horas de sono. Em uma aula de 30 a 45 minutos você poderá queimar de 300 a 600 calorias.

Coordenação

Jump e step trabalham a coordenação motora. São aulas de fácil acesso para todas as pessoas, contando com músicas contagiantes e coreografias com diferentes graus de complexidade e intensidade.

Pernas e bumbum

Se você quer tonificar os músculos inferiores, não perca as aulas de jump e step. Panturrilhas, coxas e glúteos são trabalhados intensamente durante os movimentos realizados. O melhor disso??? Você nem percebe que está numa malhação intensa.

Tome cuidado

Se você tem alguma lesão nos joelhos, precisa fortalecer os músculos e as articulações antes de entrar no ritmo. O treino de musculação é essencial para isso e também não deixe de se alongar bem antes de começar a pular. Na dúvida, fale com o professor antes de encarar.

Efeito colateral

Que tal praticar um exercício que tem, como bônus, a tonificação do abdômen??? Se você gostou da idéia, então aproveite as aulas de jump e de step. Os músculos do abdômen e os paravertebrais funcionam como estabilizadores na aula de jump, portanto o trabalho em isometria é bastante intenso. Não há um trabalho específico de abdome, mas a musculatura é solicitada , afirma a professora.
Turma de amigos

Além de melhorar o condicionamento, as aulas de jump e step melhoram muito a sua auto-estima. Elas promovem uma socialização, as pessoas se divertem e podem aproveitar uma vida mais ativa e saudável , diz a professora da Triathon Academia

Dores após as aulas

Os músculos ficam doloridos em função de micro-lesões que ocorrem durante o exercício. Musculatura não adaptada para aquele tipo de treino, número alto de repetições e sobrecarga local são as principais causas. O problema some, em média, após três semanas de prática regular. O importante é não interromper as atividades.

Respiração

Na medida em que o tempo de aula e a intensidade dos exercícios vão aumentando, a respiração dos alunos torna-se mais intensa e mais rápida, o corpo exige maior captação de oxigênio. A respiração adequada durante uma aula de jump coordena a inspiração e a expiração de acordo com a velocidade, intensidade e tempo do exercício. Não há regras para respirar, cada um possui uma capacidade de captação e eliminação de gases. Como os músculos abdominais estarão tensos durante a execução do exercício, a respiração é mais torácica do que abdominal, segundo a professora.

Mudança de nível

O que muda nas aulas de step, de um nível mais básico para um mais avançado, é o grau de complexidade de coreografia: a combinação de movimentos de braços e pernas, giros e deslocamentos laterais. O tempo de aula também cresce, ultrapassando os 30 minutos.

Drenagem linfática

Pular na cama elástica das aulas de jump equivale a uma massagem, de acordo com a professora. Há benefícios para o tratamento de celulite e também diminuição do inchaço.os resultados surgem após o terceiro mês de aula. (Esse é o problema de desanimarmos de fazer exercícios, pois se não vemos resultados imediatos, achamos que não funciona e vamos relaxando. Acontece que para se obter um resultadinho de nada, precisamos de pelo menos 3 meses de malhação ininterrupta.)

Step, jump e musculação

Quem faz step em um dia pode fazer musculação no dia seguinte. As aulas oferecem melhora da capacidade cardiovascular e muita resistência de membros inferiores. Já a musculação é benéfica para fortalecer os grupos que serão bastante solicitados nas aulas.

Corda
Queima de calorias

Pense nela como sua companheira para emagrecer. Uma média de 60 minutos de treinamento de corda chega a derreter 800 calorias. Os atletas de boxe pensam nela para o aquecimento, inclusive, por causa do aquecimento cardiovascular e muscular de todo o corpo que os pulos oferecem. O ideal é praticar de duas a três vezes por semana. (Para quem gosta...É um prato cheio).

Benefícios

Há condicionamento cardiovascular, além de tonificação dos membros inferiores, (panturrilha, glúteo e pernas) e do abdômen.

Para ficar mais difícil

Se você for um atleta e usa a corda como um meio de melhorar sua resistência, é possível pegar mais pesado. Basta aumentar a velocidade de execução, o número de giros em menos tempo, pular mais e aumentar o tempo de treino. Mas é importante lembrar que o exercício tem impacto, exige condição física adequada, com bom preparo dos de membros inferiores.

Excesso de peso

Se você precisa emagrecer, é melhor evitar a corda. Isso porque o impacto dos pulos pode prejudicar joelhos, tornozelos e coluna. Depois de perder uns quilos, no entanto, lembre-se dela como opção para enxugar o que falta.

Fonte de pesquisa; Minha Vida e Lulucha

3 comentários:

Leila disse...

Olá,

Minha irmã comprou uma cama elástica no mês passado e pelo visto aderiu ao jumping... Eu prefiro a caminhada rápida.

bjs

Estrela de Órion disse...

Patchulla,
Gostei muito da sua matéria.
Os exercícios físicos são de vital importância para mantermos nossa saúde em dia, além de revitalizar nossas energias.
Não sou muito adepta aos exercícios, mas sei do bem que eles fazem.
Parabéns pela postagem.
Bjs.

Luciana Penteado disse...

Ah, que ótimas dicas, preciso perder três quilos com urgência. Estou entre o step e o jump. Tentei academia, com exercícios nos aparelhos, mas não é a minha praia. Preciso de movimento e diversão ao mesmo tempo. Essa coisa de ficar repetindo os exercícios sem nenhum tempero extra é por demais monótono. Adorei ler o seu post! Beijos pra ti!