quarta-feira, outubro 28

Desejo

  • Ela largou o vestido de algodão que usava...
  • Tirou os óculos escuros...
  • Passou a mão pelos cabelos...
  • E se encaminhou para o mar...
  • Com o balanço dos quadris de uma sereia...
  • Ele não conseguia tirar os dela...
  • Não podia evitar que seu corpo ficasse tenso, ansioso...
  • Enquanto a contemplava...
  • Com suas curvas sensuais...
  • A pele dourada...
  • E os cabelos longos caindo em chamas beijadas pelo sol...
  • O corpo todo em movimento...
  • Ele imaginou como seria penetrá-la no ritmo das ondas...
  • Ele a olhava da praia...
  • Sem perceber começou a entrar no mar...
  • E avançar até ela...
  • Queria possuí-la dentro da agua...
  • De repente, o olhar e então...
  • Sua boca se fechou na dela...
  • Com um beijo sensual...
  • Ela retribuiu...
  • Enquanto ele não parava de beijá-la...
  • Se tocavam frenéticamente...
  • Ela soltou um gemido gutural...
  • Os lábios se entreabiram num convite para mais...
  • Ela era quente e ansiosa...
  • Os lábios macios e úmidos...
  • As fantasias voltaram a se formar...
  • Com cores novas e delirantes, impregnados...
  • De um amor desamparado...
  • E uma necessidade desesperada...
  • Quero você...
  • Sempre a desejei...
  • Sussurrou ao seu ouvido...
  • Ela sentia-se atordoada...
  • Quero você mais vez, agora...
  • E ofegante ao descobrir que sua necessidade era real...
  • Intensa e incontrolável...
  • Disposta e ansiosa...
  • Ela cedeu mais uma vez...
  • Seu corpo pulsava de tanta dor...
  • Pelo desejo de possuí-lo...
  • Mais uma vez.

(Trecho de um romance de Nora Roberts) adaptado por Lulucha

2 comentários:

Ropiva disse...

Belíssimo poema, Pat! Parabéns pela adaptação.
Beijo

A felicidade é um estado de espirito disse...

Hummmmmmmmm template novo adorei!! bjs e tudo de bom pra você!!