terça-feira, fevereiro 15

Um Dia de Cão - Ninguém Merece!

Um dia de cão


Há certos momentos em que tudo e todos — do seu jeans ao seu ginecologista — parecem conspirar contra você, não é verdade??? Veja como encarar os problemas de peito aberto e virar o jogo:

SOGRA

O seu dia foi de lascar e quando senta para jantar na casa de sua sogra descobre que tem rosbife — e ela sabe que você é vegetariana. Ninguém está pedindo para que ela vire sua melhor amiga e confidente. Mas, se a provocação é aberta e o diálogo mais longo que vocês já tiveram foi sobre as notícias do telejornal, está na hora de melhorar um pouquinho esse relacionamento. Não deixe que a frieza dela concorra a “desgosto do dia”. Ela provavelmente não quer sentir-se desconfortável com você também”, Se você der a ela uma chance para resolver o impasse, vocês conseguirão, passar no free shop na volta da viagem de férias e comprar uma bela garrafa de vinho é um jeito de acenar com a bandeira branca. Quando o problema não é falta de assunto, mas excesso de opiniões, é preciso impor um limite. O casal deve ter os seus pontos de vista, e a sogra não está incluída dentro deles. Mas evite enfrentá-la diretamente. Funciona melhor se você pedir ao seu marido ou parceiro que converse com a mãe. E, para não disparar uma guerra, nunca tente conseguir que sua sogra seja sua aliada contra o filho dela. Nem pense em fazer críticas ao rapaz. A mulher considera o filho uma obra sua. Aceitar que ele está errado é aceitar a própria derrota.

SEU JEANS, PARTE 1

Se o mundo está contra você, nada como um passeio pelo shopping. Você entra na loja e pede um jeans número 40. O modelo é lindo, mas ele simplesmente não passa nos seus quadris. Antes de culpar a bomba de chocolate que comeu no almoço, culpe o fabricante. Por falta de normatização, o 40 de cada marca é diferente. A Associação Brasileira do Vestuário (Abravest) está tentando acabar com essa discrepância e criou um selo para as empresas que toparem seguir uma norma técnica. Por enquanto, a adesão é facultativa. Enquanto isso não vale para todas as marcas, tente o 42 sem ficar com raiva de si mesma.

SEU JEANS, PARTE 2

Ok, você achou um número que caía bem na loja. No dia anterior, você experimentou e parecia uma luva e, na manhã do seu casual friday, ele não entra. Será que você engordou durante a noite enquanto sonhava que comia um pastel de queijo??? Nada disso, o mais provável é que seja retenção de líquidos.Sabia que você pode ganhar mais de 1 quilo de uma hora para outra só com a retenção??? Isso acontece por causa da alimentação, rica em sódio, ou por causa dos hormônios. Respire fundo, deite na cama, encolha a barriga, que a calça vai entrar. E procure fazer uma drenagem linfática, que ameniza o problema de retenção.

O AMIGO DO SEU PARCEIRO

Tanto esforço para conquistar o rapaz e agora o namoro parece um ménage à trois, de tanto que o amigo dele participa... Só porque joga bola e toma cerveja com seu namorado há mais de dez anos, isso não dá direito de ele se meter entre vocês. Ou dá??? O amigo do namorado pode ser um sutil destruidor da relação. Ele será o primeiro a dizer se você é legal ou não. Se descobrir que o tal amigo andou fazendo futrica, nada de ir tirar satisfação. O confronto só fará com que se torne um inimigo ainda mais irritado. . Mas você pode dizer com jeitinho: “Você bem que podia me ajudar a entender melhor seu amigo”. Se a má vontade dele for mais sutil, tente encontrar interesses comuns para derrubar a muralha. Na praia, sugira uma partidinha de vôlei. Jogue no time dele e no do seu namorado para mostrar que não toma partido. Se os garotos preferirem assistir ao futebol, convide os dois para um clássico. Caso o seu namorado ignore os esforços, talvez não esteja levando você a sério. Não brigue contra a lealdade entre amigos, você só tem a perder. Os homens podem usar amigos mal humorados para ajudá-los a se manter longe de compromissos.

SEU TERAPEUTA


Amarela, essa deve ser a cor da parede de sua sala. Rio é o melhor destino para sua viagem de férias. Você não deveria sair com esse fulano... Com quem você está conversando, afinal??? Com o decorador??? O agente de viagens??? Sua melhor amiga??? Se o seu terapeuta se arrisca a dar palpites em sua vida, há alguma coisa errada. O papel desse profissional não é dar conselhos, muito menos palpites, diz a psicoterapeuta Julieta Quayle, presidente da Associação Brasileira de Psicoterapia. Quem vai sofrer as consequências de uma decisão é você. Portanto, ninguém mais pode tomá-la. O profissional deve apenas ajudá-la a decidir. Mas fique atenta ao terapeuta que deixa a paciente discursar por uma hora sem tentar se aprofundar ou pedir esclarecimentos. Se for o primeiro encontro e você quer descobrir o grau de empatia, fique atenta aos profissionais que se sentam displicentemente atrás da mesa.É fácil criar uma falsa imagem de atenção.
SEU GINECOLOGISTA

Pelo menos uma vez por ano você conta tudo, mais do que queria, sobre sua vida sexual a um estranho. Mas e se ele achar que pode dar uma bronca porque você deixou as consultas de lado ou porque tem saído com vários parceiros??? Ele tem o direito??? “Quando o comportamento oferece risco à sua saúde, o ginecologista tem a obrigação de orientá-la, mas sem estabelecer juízo de valor. A mulher tem o arbítrio livre para exercer as condutas que entender mais adequadas”, diz o ginecologista Oswaldo Grassiotto, coordenador do Hospital da Mulher da Unicamp (SP). Na primeira consulta, é preciso sentir se há química. Stephen Bashuk, ginecologista da Universidade de Emory, nos EUA, diz que você pode medir isso pela forma como o médico ouve suas preocupações.

SEU COMPUTADOR

O deadline estourou, seu chefe está no seu cangote e o computador resolve fazer greve. Os micros devem ter algum tipo de premonição e cismam em dar pau quando tudo está complicado. Não jogue a máquina pela janela e lembre-se de que poderia ser pior — há pouco tempo as pessoas usavam máquinas de escrever. Por isso, muita calma nessa hora. Uma pesquisa realizada na Universidade de Warwick, na Inglaterra, mostra que pessoas que usam o computador em seu trabalho ganham entre 2,6 e 10% mais. Boa parte dos problemas da máquina se resolve com um simples restart. Se você trabalha em casa, não custa manter os arquivos mais importantes em um pen drive. Em uma emergência, é só correr para uma lan house. Se for prevenida mesmo, compre um HD externo para fazer um backup de tudo. Você resolve seu problema e acerta as contas com o computador depois.

O LIMITE DO CARTÃO

Aquele vestido com uma alça parecia o da Michelle Obama no baile da posse, você não resistiu e sacou da carteira o mágico pedacinho de plástico. E fica bege quando a vendedora diz que o cartão foi recusado. Fomos educados para querer tudo o que vemos. Mas podemos apreciar algumas coisas sem comprá-las,  adie a compra – assim, evita aquisições por impulso. E não use a fama de gastonas como álibi. Uma pesquisa do Ibope Inteligence em 11 cidades brasileiras mostrou que os homens gastam 26% a mais no cartão de crédito. Outra dica: se você sentir que precisa daquela bolsa de couro ecológico, veja o preço e depois calcule quantas horas terá de trabalhar para pagá-la. Racionalizar uma compra dessa forma torna sua decisão muito mais palpável — e faz você enxergar claramente o que está fazendo de sua vida. Faça cortes se estiver gastando mais de 7,5% do seu orçamento em compras supérfluas.

SEU CHEFE

Não crie caraminholas na cabeça. Se o relacionamento de vocês sempre foi numa boa e hoje ele mal olhou na sua cara, pode ser que seu chefe também esteja em um mau dia. Respire fundo e deixe passar. Se falta intimidade — aquela adequada ao ambiente de trabalho, bem entendido —, procure interesses comuns. Mas sem exagerar. Você não tem que ser amiga de seu chefe, apenas têm que se respeitar profissionalmente. Mas há também aquele tipo que leva tudo para o lado pessoal e o fato de não convidá-lo para o café já cria um mal-estar, mesmo que ele nem estivesse a fim. Com essas pessoas, quando fizer uma crítica, é importante pontuar que a questão é meramente profissional. Mas, se nada adiantar e você perceber que a animosidade continua, pode realmente haver algo errado. Estudos mostram que 77% das pessoas que sofrem abuso emocional do superior, subordinado ou colega de trabalho são mulheres. Talvez porque não saibam se defender direito. Procure sinais concretos de que seu chefe não gosta de você: não olha nos seus olhos, dá seu trabalho para um companheiro sem avisá-la, exclui você de projetos importantes. Nesse caso, comece a olhar os classificados.

Fonte de pesquisa; Women's Health e Lulucha

Nenhum comentário: