segunda-feira, agosto 31

Quer Conquistar de Vez Aquele Paquera???

Há paqueras e paqueras. Há paqueras que duram uma noite, uma festa, uma balada, etc. ou que acontecem de repente, numa troca de e-mails ou num papo direto, que duram algumas horas, num determinado dia, ou entram pela noite adentro, mas por algum motivo não chegam a ter continuidade.

O que fazer para conquistar de vez aquele paquera que escreve todos os dias, manda lindos cartões, que envia presentes virtuais, que se você não responder a algum e-mail, telefona dizendo que está com saudades, e se mostra inseguro se você não fica preocupada quando ele não dá sinal de vida? Esse mesmo paquera, cuja família tem uma casa de campo onde costuma se reunir com frequência, não é capaz de convidá-la para ir lá, depois de dois meses de relacionamento.

Já se encontraram na casa dele, que é divorciado, já tiveram sexo como pessoas livres da idade que têm, e que sentem atração uma pela outra. Por que será que ele não assume você como uma namorada de uma vez?

Em primeiro lugar, é preciso conhecer bem a pessoa que se deseja conquistar. É preciso testar na prática o que se passa quando estão juntos. Sabe-se que cada um tem um modo de pensar, gostos diferentes, crenças e valores que podem divergir totalmente de uma pessoa para outra. Você terá de agir de acordo com o que for conhecendo daquele que quer conquistar.

O que é normal para uns pode não ser bem visto por outros. O que você considera uma conversa agradável e que pode encantar alguns, pode ser uma conversa meio sem graça para outros e o que você faz pode ser avaliado de uma maneira positiva por um de seus paqueras e negativa, por outros. Quanto mais você for observadora mais facilitada será essa “tarefa” de perceber, avaliar e conhecer a pessoa que lhe interessa.

Há coisas que incomodam e fazem um homem desistir de levar adiante um relacionamento: mulheres que falam demais, ininterruptamente, que não sabem prestar atenção quando seu par está falando sobre alguma coisa muito interessante e importante para ele. Mulheres vulgares que dão gargalhadas ressonantes, que usam roupas espalhafatosas, perfumes fortes e que abusam de gestos largos (pessoas espaçosas), que falam alto e bebem demais.

Cílios realçados embelezam o olhar, e todos sabem como um olhar é importante. Ele pode sugerir muito. Há mulheres que não conseguem encarar e sustentar o olhar de um homem. Isso demonstra que são inseguras e que não lidam naturalmente com seu desejo em geral, e sexual, em particular. É um recurso que perdem e que muito poderia ajudá-las. Certas pessoas, para tentar esconder o que realmente estão pensando ou sentindo, ocultam o olhar; têm o olhar fugidio. Uma mulher que sabe usar seu olhar pode conseguir tudo e muito mais!

Já ouvi mulheres dizerem que fizeram tudo por um homem: foram prestativas, compreensivas, ajudaram-no em milhões de situações, e depois foram deixadas de lado por ele. Gostaria de lembrar que mulheres desse tipo costumam ser cobradoras e se comportam como proprietárias daquele a quem ajudaram, como se usassem tudo o que fizeram como moeda, com poder de comprá-lo. Ninguém quer ser devedor nem prisioneiro por ter aceitado uma dádiva. Se quiser ser útil a alguém, faça o que seu coração pede e esqueça o que fez. A isso chamamos de generosidade.

Importante: Não é legal você estar sempre disponível para tudo que ele quiser. O “hoje gostaria de ficar em casa lendo um pouco”, uma vez que tenham estado muito juntos nos últimos dias, é uma forma de demonstrar que sente prazer em sua própria companhia, que sabe ficar só, que não precisa sair o tempo todo para se atordoar e não pensar em coisas sérias que estão pendentes à espera de soluções.

É bom que o par viva momentos de certezas que você se encarregará, com sua inteligência, de transformar em dúvidas, horas ou dias depois. A dúvida e os obstáculos servem para manter tanto o homem quanto a mulher bem atentos para o parceiro. Não arriscarão relaxar a partir da certeza de que o ser amado já está apaixonado e que não mais existe o risco de perdê-lo. Isso, num relacionamento, pode ter conseqüências catastróficas que desembocam em indiferença e pouco caso.

Que homens e mulheres deixem sua intuição vir à tona pois essa percepção, aparentemente sem objeto, é sempre muito boa companheira: capta certas características do outro que dificilmente seriam captadas em nível racional, no meio do “barulho” que as pessoas fazem. Essa “intuição” é fruto de uma primeiríssima impressão logo tornada inconsciente e perdida como instrumento a ser usado a seu favor. Entenda-se por “barulho” os comentários positivos e negativos que os amigos emitem em relação à pessoa sobre a qual você está um pouco dividida em seu afeto e avaliação. Como enxergar bem se uma névoa (o “barulho”)paira entre você e a tal pessoa que lhe interessa?

Por Thais de Oliveira

Um comentário:

amigodcristo disse...

Pat.. paz seja contigo amiga!!!
lindo texto!!
Eu gosto muito de curta.. "o grande conquistador,,, não é aquele que conquista uma mulher uma unica vez... mas sim aquele que a conquista, varias vezes ou todos os dias ele à tem como um grande conquista... !!!!
rsrsrs paz amiga !!!Amigo De Cristo