segunda-feira, agosto 31

Sussurros, Gemidos, e Tudo Enfim...

  • Outro dia...
  • Da minha janela...
  • Ví que tu me olhavas e sorria...
  • Um sorriso doce, meigo e faminto...
  • Eu não te conhecia...
  • E mais parecia...
  • Que já te conhecia...
  • De outros tempos...De outras galáxias...
  • Longíncuas?
  • Talvez...
  • O que sei é que aquele sorriso...
  • Me excitou...Me cativou...
  • Tinhas um charme todo próprio...
  • A pele bronzeada...
  • Másculo...
  • Ora, o que mais eu queria?
  • Fiquei a olhar-te...
  • Lá da minha janela...
  • Serias real?
  • Não sei...
  • Se o que sinto é o que sou...
  • E se sou o que sinto...
  • Mas...sim.
  • Te desejava ardentemente...
  • Ansiosamente...
  • Enquanto tu não vinhas...
  • Te queria em meu quarto...Na minha cama...
  • E tu sentirias todo o prazer...
  • De ter...
  • Meu corpo...
  • Apaixonado e louco...
  • Nos amaríamos como dois animais no cio...
  • Sussurros, gemidos ofegantes, tudo enfim...
  • Meu coração começou a disparar...
  • E suava muito...
  • Ai como te queria...
  • Nos beijamos feito loucos...
  • Como animais carnívoros...
  • Enquanto tu me possuias, mais e mais...
  • E ardente de desejo...
  • Retribuí ao seu agrado...
  • Chegamos ao clímax ofegantes...
  • De tanto nos amar...
  • Foi aí que adormecí...
  • Amanheceu e tu já não estavas...
  • Nem sei o seu nome...
  • Nem sei se algo real aconteceu...
  • Ou teria apenas vivido um sonho?
  • Jamais saberei?
  • Se somos nós a distância do que existe...
  • O real de um real...
  • Que eu quase invento...
  • Que não alcanço...
  • À força de buscar na coisa viva...
  • O sentido que anima.

Lulucha

Um comentário:

MGHORTA disse...

Faz lembrar Camões.
Querer ter algo e não poder alcançar...

Lindo