quinta-feira, maio 7

Saudades de Amor

Meu amor,

Meu desejo,

Minha vida...

  • Que saudades sinto de ti. Como te espero...
  • Como te quero, Preciso do teu amor... Aqui bem pertinho... No nosso ninho... De carinho...

Na minha mente... Tu estás presente, Desesperadamente... Em todos os momentos... Ausente.

  • A solidão é tanta...
  • Que tenho medo...
  • Da dor que sinto em meu peito, Quando deito na cama vazia... E fria...
  • Quem diria... Volte logo meu amor, Desejo-te presente, Sempre.

  • Tu já ficaste, Por demais ausente, Não era para ser assim. Não o quero longe de mim...
  • Sinto falta do teu calor... Do seu cheiro gostoso... Do seu rosto formoso... Da sua boca quente... Macia...
  • E apaixonada.
  • Os teus olhos azuis, Parecem duas safiras... Tuas mãos tão macias... Acariciando o meu corpo... Cheiro de amor...

  • Sinto falta, Do louco amor que sempre fizemos... Não devíamos ter nos amado tanto, Perde o encanto...
  • Desde que tu partiste, Meu coração anda triste... Sem ti ao meu lado, Não durmo... Não me alimento...
  • Não respiro... Não existo...

  • Quanta agonia!!!
  • Assim não posso continuar...
  • Sem teus longos beijos... Sem tua boca quente ... Sem tuas carícias ávidas...
  • Sem tuas loucuras...
  • Vem... Desnuda-me por inteiro.

  • E se tu me deixar? E se tu não mais voltar? Eu não iria suportar...
  • Eu não poderia mais existir...
  • Não! Eu não resistiria...

  • Tu não sabes entender, O amor que sinto por ti? Achas que é só fantasia? Quanta ironia !
  • Irei esperar-te, Brava e fortemente... Até o fim dos meus dias... E mais tarde, quando antigas Se fizerem as flores, Nada mais importará,
  • Por que? Por esperar-te demais...
  • Distante de tí, O amor é como um patético tormento... Pensar nele, é morrer de desventura... Não pensar, é matar o meu pensamento.

Lulucha

2 comentários:

Rodrigo Piva disse...

Que belo poema, Pat! Parabéns!
Beijos

monik disse...

eu goste e lindo tudo que fala nele e verdade.parabens