domingo, fevereiro 1

Sofrer Calada? Até Quando?

Quando uma mulher sofre um assédio sexual ou é estuprada, a primeira coisa que lhes vem à mente é a vergonha do que o marido ou os amigos irão pensar, e delas mesmas. Então, vão para casa tomam milhões de banhos, achando que com isso se sentirão mais limpas, e que a água vai remover tudo o que aconteceu e limpar a mente delas também. Depois disso, caem em extrema depressão, e ficam caladas sofrendo, como se fossem as maiores pecadoras do mundo. Mulheres, caiam na real, vocês não têm culpa de nada!!! Não é justo se calar diante de uma situação dessas, muito pelo contrário, vocês tem que falar, se abrir com o seu marido em primeiro lugar, se abrir com seus amigos, e não ficar chorando e sofrendo essa “culpa” caladas durante anos e meses, até que surja uma mulher que também foi assediada pela mesma pessoa que você e resolva contar tudo à imprensa. Aí então, todas falam, é aí que está o erro, é aí que seus maridos irão pensar: “Porque ela nunca me contou? Será que foi ela a culpada?” E surge um monte de dúvidas na cabeça dele, e com razão! Veja bem: se você tem um bom marido, daqueles que a gente chama de maridão, além de amante, ele deve ser o seu melhor amigo, o seu companheiro de todas as horas, seu cúmplice, seu confidente, seu tudo... Ou então...deve ser um estranho com quem você divide a sua cama, a sua casa, e a sua vida! Se ele for assim, é melhor você não contar mesmo, pois ele jamais entenderia, e não só nesta situação mas em todas. Pois se não existe amor entre um casal, não existe mais nada. Agora, minha amiga se ele for um maridão de verdade, é para ele que você deve contar tudo assim que chegar em casa, enquanto as coisas ainda estão fervendo dentro de você, e com certeza ele entenderá e será capaz de te dar força, e coragem para lutar contra esta situação, para ajudá-la a colocar este homem atrás das grades, pois é isto que deve ser feito. E quanto a você, ele deve saber que nesse dia você está a criatura mais frágil, mais carente, e mais deprimida desse mundo, e que a única coisa que você precisa agora é do apoio moral que só ele poderá lhe dar. Ele jamais a abandonará numa hora dessas porque existe um elo, um amor muito forte entre vocês, que os une em todas as circunstâncias da vida. Ao passo que se vocês esconderem o fato, durante anos ou meses, com medo do que ele ou outras pessoas irão pensar... aí o negócio pode até mudar de figura. Medo do que? Vergonha do que? E sim, nesse caso o seu marido terá toda a razão de não acreditar, e de acabar até com o casamento, por você não ter confiado nele! O sexo entre vocês não será mais o mesmo, não haverá compreensão, apenas dúvidas. Pensem nisso, mulheres, e acabem com este silêncio, que chega a ser até um pouco de ignorância da parte de vocês, e que só irá prejudicar uma pessoa: VOCÊ. (Uma pergunta: Vocês concordam com este artigo? Ou acham que mesmo sendo sinceras com os seus maridos desde o início o casamento tende a acabar? Respondam a estas perguntas pois eu gostaria muito de saber a opinião de vocês quanto a este assunto. Obrigado)

Nenhum comentário: