quinta-feira, abril 2

A Força do Pensamento Controla o seu PC

Diga adeus a mouse, teclado e joystick. Para controlar seu PC e interagir com seus games prediletos, basta pensar. Isso mesmo, estão chegando ao mercado as primeiras interfaces cérebro-computador que transformam pensamentos reais em ações no mundo virtual.

Pense “Corra”, e o seu personagem no jogo corre; pense “atirar”, e o inimigo já era! Pense “Abrir o navegador”, e o seu browser é executado. Concentre o pensamento na bolinha, e ela sobe, desce, vai para o lado e dá piruetas. Para conseguir isso, os cientistas por trás dessa tecnologia juntaram as ondas cerebrais com um dispositivo cheio de sensores que parece um fone de ouvido.

O MindSet, da NeuroSky, será lançado mundialmente em junho deste ano. Trata-se de um headset com tecnologia Bluetooth que funciona com a maioria dos produtos para PC. No lugar de sensores estão eletrodos que ficam em contato com a testa do usuário. O eletrodo lê os sinais elétricos encontrados na superfície da pele induzidos pela atividade neuronal que acontece no lobo frontal do cérebro do usuário. Estados mentais do usuário, como nível de foco e de relaxamento, podem ser decifrados pelos padrões das ondas cerebrais. E essas informações podem ser transmitidas para uma série de aplicativos do PC.

O anúncio da data de lançamento do MindSet acontece dois meses depois de a fabricante de brinquedos Mattel ter apresentado o seu Mindflex na CES 2009. O MindFlex não é apenas uma interface, mas um jogo de acuidade mental, que não depende do computador para funcionar. O brinquedo – diversão garantida para todas as idades – é composto por um headset com sensores e um console plástico que parece uma pista de corrida de obstáculos. Você veste o fone contendo sensores na testa e nos lóbulos da orelha que medem as atividades das ondas cerebrais. Quando você concentra o foco, uma pequena bola de espuma sobe em uma corrente de ar. Se você relaxa o pensamento, a bola desce. O objetivo do jogo é, com o pensamento, fazer a bolinha completar o circuito, passando todos os obstáculos. Chega no segundo semestre, com preço estimado em US$ 79,99.

Apresentado em 2008 na Cebit, feira de tecnologia que acontece anualmente em Hannover, na Alemanha, o Emotiv Epoc, da Emotiv Systems. foi um dos primeiros dispositivos de controle por pensamento, desenvolvido para gamers. Tem 16 sensores distribuídos pelo headset. Esses sensores captam os sinais elétricos do cérebro criados pelo pensamento e os traduzem como ação no computador. Parece simples, mas foi preciso cinco anos de pesquisas sobre controle da mente para chegar ao Emotiv (US$ 299).

Fonte de pesquisa: HSW

2 comentários:

Raphael S. Andrade disse...

Acredite no que eu lhes digo, pela minha experiência de mais de 15 anos trabalhando e vivenciando a informática, isso é tudo fumaça!

Ou seja, para concretizar essa tecnologia vai demorar mais 10 anos, e estou sendo muito otimista. Como exemplo, por volta de 10 anos atrás, surgiu o primeiro programa de reconhecimento de voz, pela IBM, copiada pela Microsoft (o que sempre foi, e ainda é, parte essencial das suas práticas comerciais), que prometia acabar com o teclado, e até hoje nada de concreto.

Para não dizer que sou radical, começam a surgir, nos atendimentos aos clientes (SAC), na compra de passagem ou no atendimento do auxílio à lista telefônica, os primeiro sistemas de reconhecimento de voz para atender o cliente, mesmo assim já virou motivo de piada em uma excelente propaganda da SKOL.

A informática é virtual, um faz de conta, vende-se muita fumaça e muito pouco é cumprido. O virtual não se converte no real tão rapidamente como de propaga os gurus desse ramo. Já estou vacinado contra estas promessas!

exoticlic.com disse...

eu acho que o pensamento controla tudo é só ler sobre LDA