domingo, julho 12

Abatida pelo Tempo (Nossa Pousada)

  • Quando volto,
  • Abatida pelo tempo...
  • Meu corpo
  • Quebrado por dentro...
  • Tudo parece-me tão distante...
  • E é nesse instante...
  • Que te vejo.

  • Oh, sim...
  • Ainda sinto teu desejo...
  • Desejo de alguém,
  • Que um dia muito me amou...
  • E o perdí por pura covardia...
  • Quem diria...

  • Viví com alguém,
  • Que não queria...
  • Ano após ano...
  • Dia após dia...
  • Quando, finalmente me libertei...
  • Comecei a minha jornada...

  • Adquiri minha liberdade,
  • E saí da escuridão...
  • Andei milhas...
  • Quilometros, não sei...
  • Mas cheguei ao meu destino

  • Avistei a nossa pousada na praia...
  • Lá estava a minha parada...
  • De onde nunca deveria ter saído...
  • Corrí com todas as forças,
  • Que me restavam...
  • Mas estava abandonada...
  • Tu já não estavas...
  • Não sei se posso voltar atrás...
  • Não se pode consertar...
  • O que já está quebrado...

  • Mas dá para seguir em frente...
  • E cada passo do caminho...
  • Cada movimento...
  • Faz toda a diferença...
  • E do lugar onde saí...
  • E do lugar em que estou agora...
  • Posso afirmar...
  • Com toda a certeza,
  • Que ficar com você...
  • Foi a melhor coisa que me aconteceu...
  • O melhor passo que já dei...
  • Em toda a minha vida.

  • Agora, sinto-me cansada...
  • E mesmo sabendo,
  • Que isso é pura ilusão...
  • Sinto-me feliz,
  • Por ter aqui estado.

Nenhum comentário: