domingo, abril 12

Você Sabe a Diferença Entre o Ser Sózinha e o Estar Sózinha?

Você sabe a diferença entre ser sozinha e estar sozinha? Ser sozinha é uma questão de querer, é sentir que mesmo estando cercada de pessoas você age como se não houvesse ninguém por perto. As pessoas não lhe incomodam e nem atrapalham. Já, estar sozinha é não ter ninguém para conversar, para interagir ao seu lado.

Veja bem: não estamos falando de solidão, o assunto que iremos tratar aqui é sobre estar sozinha. Existem pessoas que adoram morar sozinhas, enquanto outras têm pavor. Conhecemos várias pessoas que moram sozinhas. Quando a pessoa gosta de ficar sozinha consigo mesma, ela se torna uma pessoa independente, adquire os seus próprios hábitos, escuta seu som a hora que tiver vontade, trabalha até a hora que lhe der prazer, sai quando quer e com quem quer, e ninguém tem nada com isso, certo? Geralmente são pessoas que lêem muito, que são muito ativas, fazem alguma atividade fisica e tem muita personalidade.

Este tipo de pessoa, é o tipo de pessoa que dificilmente se acostumará com outro ser dentro da sua casa. É uma pessoa totalmente independente, e não se sente sozinha de jeito nenhum, pois sempre arrumará coisas para fazer, e por incrível que pareça consegue fazer o seu tempo voar. É um exemplo de uma pessoa que está de bem consigo mesma.

Mas... e quando uma pessoa tem que ficar sozinha, não porque que quer, mas sim porque as circunstâncias em que ela se encontra impingiram-lhe isto? É, pessoal, aí é que o bicho pega... Esta é uma pessoa que detesta não ter com quem falar, não agüenta ficar fechada dentro de quatro paredes e então sai o dia inteiro, vai ao shopping, vive na casa da amiga do lado, ou da amiga mais chegada, e tenta só voltar para a casa à noite, apenas para dormir. Isto, não é solidão, é um terrível medo de ficar sozinha.

E o perigo está exatamente aí. Pois esta pessoa está sempre à procura de alguém, de um companheiro, de alguém que venha morar com ela. Essa pessoas geralmente, são inseguras, imaturas, e não suportam o fato de terem que ficar sozinhas. Então, muitas vezes casam-se ou juntam-se com o primeiro que lhes dá atenção ou carinho, e quase sempre a união é um fracasso, pois não houve escolha, não houve tempo de se conhecerem, não houve um relacionamento maduro entre eles. Mas saber que existem pessoas, ou ao menos uma, nos esperando é extremamente confortante. Não nos sentimos excluídas, pelo contrário, temos a certeza de sermos importantes para alguém. Acontece que a maioria das mulheres pensa que estar sozinha é negativo. Sabe aquelas frases do tipo: “você vai ficar para titia”; “vai ficar solteira até quando?”; “nossa, ela nunca encontra um namorado, acho até que nem vai casar”, e por aí adiante...

Mas calma, não grile com tantas cobranças! O importante, é você se sentir bem em estar sozinha, enquanto isto não acontecer, esqueça relacionamentos e nem leve ninguém que você não conheça direito para morar na sua casa. É a maior roubada! Ainda mais nos tempos de hoje!!! Você corre o risco de ser assassinada, roubada, traída, e muitas outras coisas mais. O melhor conselho que podemos lhe dar é: descobrir o porque desse seu medo de ficar sozinha, ta certo... ninguém gosta de se sentir sozinho todos os dias, mas será que a sua auto-estima vai bem? Será que você está de bem com você mesma? É melhor você procurar ajuda de um psiquiatra, ou de alguém que possa lhe ajudar nesse sentido, antes de colocar um estranho dentro da sua própria casa.

Observe: SOLTEIRA = SOL + TEIRA = SOU INTEIRA. Entendeu? O outro não é responsável por suprir suas necessidades e nem você as dele. Enquanto você não estiver inteira, segura e confiante não é bacana entrar em um relacionameto. Nós somos falhos e, se já é difícil atender as nossas próprias expectativas, imagine então ter a responsabilidade de fazer o outro feliz! Em uma relação, felicidade é uma conseqüência e não uma regra! Lulucha

Nenhum comentário: